Não se esqueça de olhar para as coisas boas…

Equilíbrio de vida

Trecho do livro – O Alquimista
Paulo Coelho

“Certo mercador mandou o filho aprender o segredo da felicidade com um pastor de uma terra bem distante.  O rapaz andou durante quarenta dias pelo deserto até chegar a uma bela igreja, no alto de uma montanha.  Lá, vivia o pastor que o rapaz procurava.

O rapaz entrou numa sala da igreja e viu uma atividade imensa: mercadores entravam e saíam, pessoas conversavam pelos cantos, uma pequena orquestra tocava músicas suaves e havia uma farta mesa com os mais deliciosos pratos da região.  O pastor conversava com todos e o rapaz teve que esperar duas horas até chegar a sua hora de ser atendido.  O pastor ouviu atentamente o motivo da visita do rapaz, mas disse-lhe que naquele momento não tinha tempo de explicar-lhe o segredo da felicidade.  Sugeriu que o rapaz desse um passeio pela  igreja e voltasse daqui a duas horas.

– entretanto, quero lhe pedir um favor – disse o pastor, entregando ao rapaz uma colher de chá onde pingou duas gotas de óleo. – enquanto você estiver caminhando, carregue esta colher sem deixar que o óleo seja derramado – recomendou o pastor.

O rapaz começou a subir e descer as escadarias da igreja, mantendo sempre os olhos fixos na colher.  Ao final de duas horas retornou à presença do pastor.

– então? – perguntou o pastor. – você viu as tapeçarias da pérsia que estão na minha sala de jantar?  Viu o jardim que o mestre dos jardineiros demorou dez anos para criar?  Reparou nos belos pergaminhos da minha biblioteca?

O rapaz, envergonhado, confessou que não havia   visto nada disso.  Sua única preocupação tinha sido em não derramar as gotas de óleo que o pastor lhe havia confiado.

Já mais tranqüilo, o rapaz  pegou a colher e voltou a passear pela igreja, desta vez  reparando em todas as obras de arte que pendiam do teto à parede.  Viu os jardins, as montanhas ao redor, a delicadeza das flores, o requinte com que cada obra de arte estava colocada em seu lugar.  De volta  à presença do pastor, relatou em detalhes tudo o que havia visto.

– mas onde estão as duas gotas de óleo que lhe confiei? – perguntou o pastor.

Olhando para a colher, o  rapaz percebeu que as havia derramado.

– pois este é o  único conselho que eu tenho para lhe dar – disse o pastor. – o segredo da felicidade está em olhar todas as maravilhas do mundo, e nunca se esquecer das duas gotas de óleo na colher!.”

Reflexão

Normalmente, colocamos o nosso foco naquilo que não está bem em nossas vidas… E nos esquecemos de olhar para as coisas boas que estão nos acontecendo… E como agimos assim, costumamos alimentar o nosso dia com a energia daquilo que não deu certo… E a energia daquelas coisas que deram certo é desperdiçada…

Preste atenção em como você direciona a sua energia. Nos dias em que você não estiver bem, pode ter a certeza que você só está direcionando energia para aqueles acontecimentos que são ruins, desagradáveis. Aja de modo diferente: comece a aproveitar as oportunidades que você deixou “escapar” por estar com o foco direcionado para o lado errado… Valorize muito os acontecimentos bons, mesmo que eles sejam pequenos. Assim, você deixa “menos espaço” para ser ocupado pelo que não foi bom…

Busque encontrar o equilíbrio na sua vida, afinal de contas, problemas sempre existirão… O que vai mudar é a sua forma de lidar com eles… Sempre teremos “duas gotas de óleo na colher”, que precisaremos carregar…

Pense nisso!

Aloha

Claudia Michepud Rizzo

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s