A tão sonhada felicidade…

Sonhe, viaje, busque sua felicidade

Hoje, gostaria de apresentar a vocês um texto do Pablo Picasso muito belo e simples ao mesmo tempo, para depois refletirmos sobre os caminhos que nos levam à tão sonhada felicidade.

Receita de Jovialidade

Jogue fora todos os números não essenciais para sua sobrevivência.
Isso inclui idade, peso e altura.
Deixe o médico se preocupar com eles. Para isso ele é pago.
Freqüente, de preferência, seus amigos alegres.
Os de “baixo astral” puxam você para baixo
Continue aprendendo…
Aprenda mais sobre computador, artesanato, jardinagem, qualquer coisa.
Não deixe seu cérebro desocupado.
Uma mente sem uso é a oficina do diabo.
E o nome do diabo é Alzheimer.
Curta coisas simples.
Ria muito e, muito e alto.
Ria até perder o fôlego.
Lágrimas acontecem.
Agüente, sofra e siga em frente.
A única pessoa que acompanha você a vida toda é você mesmo.
Esteja vivo, enquanto você viver!
Esteja sempre rodeado daquilo que você gosta:
família, animais, lembranças, música, plantas, um hobby, o que for.
Seu lar é o seu refúgio.
Aproveite sua saúde.
Se for boa, preserve-a.
Se está instável, melhore-a.
Se está abaixo desse nível, peça ajuda.
Não faça viagens de remorso.
Faça uma viagem ao Shopping, para cidade vizinha, para um país estrangeiro,
mas não faça viagens ao passado.
Diga a quem você ama, que você realmente os ama, em todas as oportunidades.
E lembre-se sempre que:
A vida não é medida pelo número de vezes que você respirou, mas pelos momentos em que você
perdeu o fôlego:
de tanto rir…
de surpresa…
de êxtase…
de felicidade…”

O que esses versos nos dizem?

Nos dizem para não desperdiçamos essa nossa encarnação abençoada com bobagens e ilusões; se estamos aqui, agora, é para aprendermos algo, porém, se insistimos em ser vítima da vida e passar os dias reclamando, perdemos a oportunidade de aprender algo novo que cada nascer do sol sempre nos oferece.

Eu sei que é clichê dizer ‘a vida é curta’, mas é exatamente o que ela é, se chamarmos de vida, a nossa existência de agora. A sua alma provavelmente já viveu muitas e muitas vezes e muitas e muitas vidas, porém, a vida que se veste com o corpo de José, de Maria ou de João, é um grão de areia perto da magnitude da eternidade. Não desperdice as oportunidades que você tem de ‘passar de fase’ e encare a vida como um jogo, um desafio, se isso a faz parecer mais divertida e amena. Busque o que te dá prazer e não tenha vergonha de rir, chorar e falar sempre a verdade, pois isto, simplesmente mostra quem você é.

Quanto ao passado? Passado está! O que foi feito, está feito e você, sinto dizer, não tem mais nenhum poder sobre aquelas ações. Um dia, esse passado foi o seu agora, hoje não é mais!

Então, desprenda-se! Preencha cada segundo do seu minuto com entusiasmo e consciência e adquira a sabedoria de viver com plenitude, leveza e simplicidade, sendo esta, uma das maneiras mais suaves de se garantir a tão sonhada Felicidade.

Amor, luz e consciência. Sempre.

Cíntia Michepud

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s