O poder ilimitado de nossas mentes

Você é do tamanho de seus sonhos

“Nunca avalie o tamanho de uma montanha, até ter atingido o topo.
Então verá quão pequena ela era.”
Dag Hammarskjold

Bom dia, amados seres de luz,

Vocês já pararam para pensar no poder de nossa mente e como nós podemos influenciar cada momento de nossas vidas? Para exemplificar isso, trago um texto para nos ajudar a fazer uma reflexão sobre o potencial imenso que temos para crescer e despertar,  guiando e alimentando nossas mentes com luz.

O poder da mente

Um cientista queria provar a seguinte teoria: a mente humana é capaz influenciar diretamente na vida das pessoas. Bastava que elas aceitassem o que fosse proposto.

Para isso, ele precisava de um voluntário que chegasse às últimas consequências. E conseguiu um, em uma penitenciária. Era um condenado à morte que seria executado na cadeira elétrica. Foi proposto à ele o seguinte:

“Participaria de uma experiência científica, na qual seria feito um pequeno corte em seu pulso, o suficiente para gotejar seu sangue até a gota final.”

Ele teria uma chance de sobreviver, caso o sangue coagulasse.

Se isso acontecesse, seria libertado; caso contrário, faleceria pela perda do sangue. Porém, teria uma morte sem sofrimento e sem dor.

O condenado aceitou, pois era preferível morrer desse jeito à morrer na cadeira elétrica e ainda teria uma chance de sobreviver.

O condenado foi colocado em uma cama alta, dessas de hospital e amarram seu corpo para que não se movesse. Vendaram seus olhos e fizeram um pequeno corte em seu pulso. Abaixo do pulso, foi colocada uma pequena vasilha de alumínio.

Foi dito ao condenado que ouviria o gotejar do sangue na vasilha.

O corte foi superficial e não atingiu nenhuma artéria ou veia, mas foi o suficiente para sentisse que seu pulso fora cortado. Sem que ele soubesse, debaixo da cama, tinha um frasco de soro com uma pequena válvula. Ao cortarem o pulso, abriram a válvula do frasco para que acreditasse que era o sangue dele que estava caindo na vasilha de alumínio.

Na verdade, era o soro do frasco que gotejava!

De dez em dez minutos, o cientista, sem que o condenado visse, fechava um pouco a válvula do frasco e o gotejamento diminuía.

O condenado acreditava que era seu sangue que diminuía. Com o passar do tempo, foi perdendo a cor e ficando mais pálido.

Quando o cientista fechou por completo a válvula, o condenado teve uma parada cardíaca e faleceu, sem ter perdido sequer uma gota de sangue!

O cientista conseguiu provar que a mente humana cumpre, exatamente, tudo que é enviado e aceito pelo seu hospedeiro, seja positivo ou negativo e que sua ação envolve todo o organismo, quer seja na parte orgânica ou psíquica.

Interessante, não? Somos exatamente o pensamos e acreditamos ser. Se aceitarmos que nossa vida será muito próspera e abundante, realmente ela será, pois nossa mente trabalhará para que isso aconteça. O mesmo acontece com trabalhos, estudo, relacionamentos, etc.

Porém, o contrário também é verdadeiro.

Cabe a cada um de nós filtrar o que nos é proposto no dia-a-dia, selecionando somente aquilo que despertará o nosso melhor. Lembre-se, somos nós mesmos que definimos os limites de nossas vidas.

Para finalizar, coloco um pequeno conto para exemplificar, novamente, todo o poder que temos dentro de nós.

Conta-se que duas crianças estavam patinando num lago congelado da Alemanha. Era uma tarde nublada e fria e as crianças brincavam despreocupadas. De repente, o gelo se quebrou e uma delas caiu, ficando presa na fenda que se formou. A outra, vendo seu amigo preso e se congelando, tirou um dos patins e começou a golpear o gelo com todas as suas forças, conseguindo por fim quebrá-lo e libertar seu amigo. Quando os bombeiros chegaram e viram o que havia acontecido, perguntaram ao menino:
– Como você conseguiu fazer isso? É impossível que tenha conseguido quebrar o gelo, sendo tão pequeno e com mãos tão frágeis!
Nesse instante, Albert Einstein que passava pelo local, comentou:
– Eu sei como ele conseguiu.
Todos perguntaram:
– Pode nos dizer como?
-É simples, respondeu Einstein.
Não havia ninguém ao seu redor para lhe dizer que não seria capaz.

Acredite em si mesmo e em sua luz!

Namastê

Pedro Michepud

Anúncios

2 comentários Adicione o seu

  1. João Canossa disse:

    Ótimo texto. Parabéns!

    1. Somos muito gratos pelo seu comentário e por sua visita. Visite-nos sempre que desejar!
      Ótima semana,
      Namastê!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s