Suas palavras, sua sentença…

Escolha as palavras de sua vida

Faça este exercício: Imagine que você está segurando um limão em sua mão, sua casca é verde brilhante e com algumas manchas. Aperte-o e sinta sua firmeza e seu peso. Agora leve o limão até o seu nariz e cheire-o. Nada cheira como um limão, não é? Agora corte o limão pelo meio e cheire-o. Dê uma boa mordida e saboreie seu sumo.

Neste ponto, se você estiver usando a sua imaginação de fato, sua boca estará cheia d´água. As palavras não refletiram a realidade, mas sim o que você imaginou.

Como isso aconteceu? Quando você leu estas palavras sobre o limão, você disse ao seu cérebro que possuía um limão, apesar disto não ser verdade. Seu cérebro levou a mensagem a sério e disse ás suas glândulas salivares: “Este cara está mordendo um limão. Depressa, sinta esse gosto”. As glândulas obedeceram. Assim, as palavras não só refletem a realidade… Elas criam a realidade…

Pensando nisso, que tal ficar atento na forma como você se comunica consigo e com os outros e, de forma consciente, avaliar e melhorar o seu vocabulário, para ter a certeza de que suas palavras expressam, de fato, o que deseja?

Faça uma “limpeza mental” no seu vocabulário e tenha cuidado com o emprego de algumas expressões tais como: “odeio meus cabelos”, “detesto meu corpo”, “odeio meu trabalho”, pois elas vêm carregadas de um estado emocional muito negativo. Escolha palavras como: “Eu prefiro…”

Veja abaixo algumas palavras e expressões que merecem a nossa atenção quando nos comunicamos, porque elas podem nos atrapalhar:

1) Cuidado com a palavra NÃO. A frase que contém “não”, para ser compreendida, traz à mente o que está junto com ela. O “não” existe apenas na linguagem e não na experiência. Por exemplo, pense em “não”… (o que vem à sua mente? Nada.). Agora vou lhe pedir: “não pense na cor vermelha”. O que aconteceu?  Eu pedi para você não pensar no vermelho e você pensou.

Procure falar no positivo o que você QUER e não o que você não quer;

2) Cuidado com a palavra MAS, que nega tudo que vem antes dela. Por exemplo, “O João é um rapaz inteligente, esforçado, mas…”.

Substitua MAS por E quando indicado;

3) Cuidado com a palavra TENTAR que pressupõe a possibilidade de falha. Por exemplo, “Vou tentar encontrar com você amanhã às 8 horas”. Com esse tipo de verbalização, tenho grande chance de não ir, pois, vou “tentar”.

Evite “tentar”, FAÇA;

4) Cuidado com as palavras DEVO, TENHO QUE ou PRECISO, que pressupõem que algo externo controla sua vida.

Substitua por QUERO, DECIDO, VOU;

5) Fale dos problemas ou das descrições negativas de si mesmo utilizando o verbo no tempo passado. Isto libera o presente. Por exemplo: “eu tinha dificuldade de fazer isso”;

6) Fale das mudanças desejadas para o futuro, utilizando o tempo presente do verbo. Por exemplo: em vez de dizer “vou conseguir”, diga “estou conseguindo”;

7) Substitua SE por QUANDO. Por exemplo: em vez de falar “se eu conseguir ganhar dinheiro vou viajar”, fale “quando eu conseguir ganhar dinheiro vou viajar”. Quando pressupõe que você está decidido;

8 ) Substitua ESPERO por SEI. Por exemplo: em vez de falar, “eu espero aprender isso”, fale: “eu sei que eu vou aprender isso”. Esperar suscita dúvidas e enfraquece a linguagem;

9) Substitua o CONDICIONAL pelo PRESENTE. Por exemplo: em vez de dizer “eu
gostaria de agradecer a vocês”, diga “eu agradeço a vocês”. O verbo no presente fica mais concreto e mais forte.

Que bons ventos lhe soprem o que seu coração precisa para ser feliz!

Márcia de Lucena Saraceni

Fonte: A Essência da Palavra
Coleção Pensamento de Sabedoria
Ed. Martins Claret

8 comentários Adicione o seu

  1. arlindo batista torres disse:

    Gostei do que eu li , vou usar esse metodo e aprender mais! Obrigado Arlindo

    1. Márcia Lucena disse:

      Arlindo, faço votos para que tenha ganhos em sua comunicação consigo e com os outros! O mundo só tem a ganhar.
      Abs

  2. Lica disse:

    É,
    Tudo isso torna as coisas mais possíveis!
    Obrigada!
    Bjs

    1. Cíntia Michepud disse:

      Com certeza… Tendo consicência daquilo que a gente pode fazer para tornar as coisas mais acessíveis…torna a vida mais fácil!!!
      Muito grata pelo comentário!

      Beijos

  3. Lu disse:

    Nossa… Dicas preciosíssimas, obrigada 🙂

    1. Claudia Michepud Rizzo disse:

      Somos muito gratos!
      Visite-nos sempre que quiser!
      Bjs

  4. Rosangela Brandino de Souza disse:

    Como é bom poder ser lembrada disso!!!

    Um forte abraço afetuoso.

    1. Claudia Michepud Rizzo disse:

      É verdade Rosângela… É importante, sempre, termos como exemplo, ações nobres, motivadas pelo amor…
      Aloha

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s