Uma dica: simplifica!

Celebrar, a arte de viver bem

Seguindo a linha do post desta segunda-feira (Celebrar a vida: uma atitude indispensável para ser feliz! ), pretendo bater na tecla sobre a importância de comemorarmos cada passagem de nossas vidas. Que essas comemorações não se restrinjam a aniversários, casamentos ou batizados; que se tornem constantes no desenrolar da nossa existência…

Parem de esperar grandes eventos para mostrar ao Universo o quanto são gratos. Como dissemos ontem, respirar, enxergar e sentir a luz do sol tocando nossos corpos, já é motivo de celebração. Mas além disso, tenho certeza que todos nós, em nossas vidas individuais, temos muitos motivos para agradecer se tivermos olhos aptos a enxergarem essas dádivas.

Distribua luz, amor, carinho… ISSO é você! E ISSO, já é uma bela razão para celebrar!Foi promovido? Comemore. Está de férias? Curta! Recebeu um telefonema de alguém querido com quem não falava há tempos? Sorria! Tirou uma boa nota, passou em algum exame, ganhou um novo amigo, se encontrou com quem ama… Festeje!!! E não deixe que esses momentos sejam esquecidos rapidamente.

Pode não parecer fácil celebrarmos enquanto o nosso mental nos carrega de dúvidas e programações rotineiras. Porém, gostaria de propor a vocês (e me incluo nisso também!) que trabalhemos conscientemente a nossa capacidade de nos contentarmos, de sermos felizes, de celebrarmos… de tal modo, que chegaremos num ponto em que os bons momentos serão corriqueiros e ocuparão a maior parte dos nossos dias.

Reflitam neste rápido e rico poema de Fernando Pessoa. A vida é tão linda… e nós temos tudo para sermos felizes!!!

Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver

“Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver
Apesar de todos os desafios,
Incompreensões e períodos de crise.
Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas
E se tornar um autor da própria história.
É atravessar desertos fora de si,
Mas ser capaz de encontrar um oásis
No recôndito da sua alma.
É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida.
Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos.
É saber falar de si mesmo.
É ter coragem para ouvir um “não”.
É ter segurança para receber uma crítica,
Mesmo que injusta.
Pedras no caminho?
Guardo todas, um dia vou
Construir um castelo …”

É isso aí! O segredo não está no que te acontece externamente e sim, nos valores que usa para julgar o quão extraordinário tem que ser um evento para que este desperte em você um sorriso e uma agradável sensação de prazer.Uma dica: simplifica! Sua alma sabe muito bem como fazer isso!

Amor, luz e consciência. Sempre.

Cíntia Michepud

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s