Conscientizar-se da própria sombra – Parte Final

luz na escuridão

Este é o último post sobre o assunto e nele existem algumas dicas de como lidar com a nossa parte Sombra.

“Para sua reflexão, observe esta lista de valores paradoxais, valores que provavelmente você deseja de coração.  Valores que a família, a religião e a sociedade exigem de você:

Sucesso X  Humildade

Alegria X  Dor (crescemos num momento de dor)

Facilidade X  Sacrifício e Dificuldades

Sexo X Celibato X Monogamia

Dinheiro X  Pobreza (nos leva para o céu)

Felicidade na terra X Felicidade nos céus

Trabalhar é prazer X  Trabalhar é obrigação

Dizer não X  Dizer sim

Ter privacidade X  Deixar-se invadir

Eu sou o mais importante  X  O outro é o mais importante

Eu me amo  X  Amo o próximo

Falo o que quero  X Sou bonzinho para agradar

Gasto muito agora  X  Economizo para o futuro

Ir ao parque de diversões  X  Ir ao culto

E agora? Qual é o seu caminho?  Tudo tão contraditório, não é?  O que é o bem o que é o mal?  Luz? Sombra? Certo? Errado?

Não existem respostas para essas questões, tudo é relativo, graças a Deus! Senão, qual o sentido de viver?  O que é bom para você pode não ser para os outros e vice-versa.  Que tal encontrar um equilíbrio relativo entre aquilo que seu coração anseia e o que os outros desejam?

Faça uma lista de manifestações de sua sombra. Isso tudo que nega em si mesmo o inspirará a conhecer-se melhor – você é assim.

Enumere três atitudes que odeia que tomem com você.  Será que você também não se trata assim?

Existem rituais de transformação nos quais, por exemplo, escrevemos em pequenos pedaços de papel algumas palavras e pensamentos perversos que estão pulsando na sombra e depois os queimamos. Seria algo como o sacrifício da própria sombra.

Outra maneira de também lidar com essa sombra é dançar, expressando na dança movimentos de empurrão ou socos, como se estivesse soltando alguma coisa dentro de si. Criatividade em todas as suas manifestações também “desreprimem” a sombra. O importante é não se reprimir. Mas também não tenha a intenção de cortar o mal pela raiz. É impossível cortar o mal, pois ele é uma parte de nós mesmos. Lembre-se de que é preciso olhar para “nosso mal”, para nossa sombra e reconhecê-la…

A sombra reprimida demasiadamente pode voltar-se contra nós, gerando vícios, autoflagelação, nervos à flor da pele, etc. Tenha coragem de se olhar para curar a própria sombra e não se sentir tão marcado pela vida, a ponto de não mais querer a felicidade…

Um relacionamento correto com a sombra nos oferece um presente valioso: leva-nos ao reencontro de nossas potencialidades enterradas. Através do trabalho com a sombra, podemos:

– Chegar a uma auto-aceitação mais genuína, baseada num conhecimento mais completo de quem realmente somos;

– Desativar as emoções negativas que irrompem inesperadamente na nossa vida cotidiana;

– Nos sentir mais livres da culpa e da vergonha associadas aos nossos sentimentos e atos negativos;

– Reconhecer as projeções que matizam as opiniões que formamos sobre os outros;

– Curar nossos relacionamentos através de um auto-exame mais honesto e de uma comunicação direta;

– Usar a nossa imaginação criativa (através de sonhos, desenhos, escrita e rituais) para aceitar o nosso eu reprimido.

Sempre medite nisso, na coragem para olhar sua sombra, olhar seus conteúdos, nem sempre nobres…”

Caminhando na Luz, iluminamos nossa escuridão.

Márcia de Lucena Saraceni

 

Anúncios

2 comentários Adicione o seu

  1. Rosangela Brandino de Souza disse:

    Oiiii Má!!!

    Que valioso foi pra mim esse processo trimembrado,sobre as sombras.
    Que benção!!!
    Sem palavras….só vivência.

    Um beijão amiga!

  2. Márcia Lucena disse:

    Fico feliz por você! Você é uma pessoa que está em constante busca de auto-conhecimento!
    Muita Luz!
    Bjs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s