Todo mundo comemora o Natal?

É Natal, tempo de celebrar!

Como é lindo o Natal! Nessa época do ano as pessoas se tornam mais receptivas e amorosas, mais amáveis e solidárias… Parece que a compaixão ganha espaço… Que bom seria se esse espírito dominasse as pessoas mais dias por ano…

Nessa semana, fui enviar e-mails de fim de ano para alguns amigos e colegas, mas me deparei com uma dúvida: desejo Feliz Natal para o budista? E para o Evangélico? Afinal, são todas as religiões que comemoram o Natal?

Não sou ligada a nenhuma religião. Como já disse aqui anteriormente, não visto nenhum rótulo. Porém, o Natal com mesa farta, Papai Noel vestido de vermelho e árvore enfeitada sempre fizeram parte da minha vida… Mas e quem não vem de uma família católica? Como será que vive essa data? Buscando respostas, encontrei um conteúdo interessante que gostaria de compartilhar com vocês.

Vale lembrar que não importa qual religião você siga, o importante é estarmos abertos para aproveitar essa energia suave e harmônica na qual o mundo mergulha nessa época do ano. Abra seu coração e entre na vibração de luz e amor intensos…faça parte, com a sua alma, desse momento.

Vamos à leitura?

Igreja Católica

A introdução da festa do Natal de Jesus na liturgia cristã, no dia 25 dedezembro, não surgiu com o objetivo de concorrer com a festa pagã. A prática da Igreja considerou que devia apresentar ao povo quem era o verdadeiro “Sol da justiça”, a “Luz verdadeira”, temas do Antigo Testamento que foram transmitidos à pregação cristã pelo próprio Novo Testamento.

O Natal, para os católicos, é a celebração de um fato histórico, ocorrido por volta dos anos 7 ou 6 aC: o nascimento de Jesus Cristo, em Belém de Judá, na Palestina.Então, podemos resumir o significado dessa importante festa para a qual nos preparamos durante quatro semanas (tempo do Advento), através das palavras de um grande Papa, São Leão Magno, que nos deixou luminosos textos sobre o Natal:

“A descida do Criador para as criaturas é, de fato, uma elevação destas para o Criador… Ele se fez filho do homem para que nós pudéssemos ser filhos de Deus… Por isso, ó cristão, reconhece a tua dignidade!”

Mais do que um aniversário, a festa litúrgica do Natal é um momento do mistério da Redenção que continua a operar na vida da Igreja. Aurora da Redenção, o Natal tem o efeito próprio de restauração e deificação do ser humano.

Budismo

Algumas pessoas perguntam se os budistas comemoram o Natal. A resposta é sempre uma pergunta de volta: se elas comemoram o nascimento de Buddha e outras festividades budistas. Não há envolvimento do budista com a característica particular da comemoração do nascimento de Jesus Cristo. Mas, como todo budista naturalmente admirará as qualidades daqueles que lutam pela humanidade, obviamente respeitam a tradição já estabelecida, respeitando a figura de Jesus Cristo, que para eles é considerado um “Bodhisattva” – um santo ou aquele que ama a humanidade a ponto de se sacrificar por ela.

Para os budistas ocidentais, o dia 25 de Dezembro tem um cunho não cristão, mas sim, espiritual.

Espiritismo

Para os espíritas, que comemoram o Natal, é imprescindível se ligar mais ao lado espiritual do que ao lado social desta data, já que, para eles, dia 25 de dezembro é uma alusão ao nascimento do Cristo e em nenhuma hipótese os exageros devem fazer parte de nossa vida: a data é propícia para as famílias que realizam reuniões de estudos do Evangelho no Lar e  para lembrar que Ele veio nos ensinar a viver em paz, a amar os semelhantes e a compreender Deus como Pai bondoso, sempre disposto a nos oferecer oportunidades de aprendizado para atingir as altas paragens espirituais, até sermos perfeitos.

Judeus

Como é de conhecimento, os judeus não aceitam Jesus Cristo como messias, ou seja, Jesus pode ter vivido mas não foi de importância para eles. Messias são profetas e Jesus não é considerado um. Então ele não possui importância e não há porque comemorarem o nascimento de Jesus (Natal) ou lembrar a morte dele (Páscoa).

Mas eles possuem estas datas em seus calendários festivos, ou seja, comemoram estes dias, porém são por outras causas (motivos anteriores ao nascimento de Cristo, que para eles duram até hoje).

Os judeus comemoram o “Natal” judeu quando a tradicional árvore dá lugar a um candelabro (um dos símbolos judaicos mais famosos), que é iniciado ao acender a primeira das oito velas. Apesar de quase coincidir com o Natal cristão, o “Chanukah” ou ‘Festa das Luzes’ tem poucas semelhanças com o tradicional natal: além de durar oito dias, os judeus comemoram o chamado ‘milagre do jarro de azeite’. Nesta cerimônia religiosa, os judeus acendem uma vela todas as oito noites que dura a celebração, que vão sendo colocadas num candelabro de oito braços designado por “Chanukia” ou “Menorah”. O ritual completa-se na última noite, quando estiverem acesas as oito velas, uma forma de recordar o milagre do pequeno jarro de azeite ocorrido após a vitória dos judeus na batalha que os opôs aos gregos.

O “Chanukah”, que em Israel se inicia normalmente no dia 25 do mês do calendário hebraico “Kislev” (correspondente a Dezembro), comemora a restauração da soberania do povo judeu sob o domínio dos gregos, que queriam converter a nação à cultura helênica. Depois de os expulsarem, os judeus recuperaram o templo de Jerusalém e quando se preparavam para lá acender uma “Menorah” verificaram que só tinham azeite para mantê-la acesa durante um dia.

Contudo, segundo a história do milagre, o azeite acabaria por durar oito dias, dando aos judeus tempo suficiente para produzir novo azeite puro para iluminar o templo (do qual apenas resta o que se conhece hoje como Muro das Lamentações). Para celebrar este milagre, que simboliza a vitória dos judeus sobre os seus inimigos, que durante o “Chanukah”, nos lares e sinagogas se colocam velas na “Menorah”, noite após noite, até existirem oito velas acesas.

O peru e bacalhau típicos do Natal católico são substituídos por panquecas de batata e uma espécie de “donuts” fritos em azeite. E em vez de desembrulharem presentes à meia-noite, as crianças recebem habitualmente dinheiro.

Igreja Evangélica

Publicação do Editorial da Revista Evangélica em dezembro de 1973:

“Natal – o Natal de Jesus Cristo – é sempre uma expressão doce, querida, desejada. É uma palavra que, qual flor odorífera, exala o suave e agradável aroma do amor, da paz, da esperança, da salvação.

Natal é um farol que nos indica – viajores do encapelado mar da vida – o rumo certo para a felicidade temporal e eterna. Natal é sinônimo de segurança, de refúgio, de estabilidade absoluta em Cristo. Natal é outrossim um convite à paz, à concórdia, à fraternidade.

Natal fala-nos eloquentemente de amor. Se não fora Deus amar-nos, Cristo Jesus jamais viria a este Planeta, por consequência o Natal do Messias prometido não seria hoje um glorioso fato.

O Criador amou-nos antes da fundação do mundo quando concebia o plano da salvação; amou-nos durante as dispensações subsequentes, preparando o caminho do nosso Redentor; amou-nos em Belém e no Calvário; amou-nos na ressurreição de Jesus. Ama-nos ainda hoje!”

Igreja Ortodoxa

Na Igreja Ortodoxa esta festa é antecedida por uma grande preparação espiritual, denominada Quaresma de Natal. Ela é composta por 40 dias de introspecção, de meditação, abstinências, jejuns e orações. É, também, um período de busca, de entrega e serviço, de prática mais aprofundada do amor.

Esta disciplina nos é recomendada pela Igreja para que, dignamente, à semelhança da Toda Santa Theotókos (Mãe de Deus), pelo nosso”sim”, permitamos que o Filho Eterno seja também gerado em nós.

Amor, luz e consciência. Sempre.

Cíntia Michepud

Fonte: Site Gladiatus Brasil e Site Repórter de Cristo

12 comentários Adicione o seu

  1. Cira Munhoz disse:

    A todos vocês, a todos nós, um bendito natal, onde as luzes não serão artificiais, apenas nas arvores e janelas, elas serão reflexo de nossos espíritos aprendizes. E que Jesus esteja presente em nossa festa. Que não falte Jesus neste natal!

    Feliz natal a essa grande família reunida aqui no blog e pelo Universo a fora e um Ano Novo realmente novo de dentro para fora, iluminado e repleto de paz interior, consciências expandidas e grandes realizações!

    Meu amor fraterno a todos e cada um!

    Cira Munhoz

    1. Claudia Michepud Rizzo disse:

      Cira,
      Agradecemos as suas sábias e carinhosas palavras e desejamos que todos os sentimentos nobres que o Natal desperta, ecoem na alma de cada se humano, expandindo, cada vez mais, o amor divino, a sabedoria divina e o poder divino…
      Lindo Natal para vc!! Lindo 2011!! Muita Paz!!
      Aloha

  2. junio disse:

    muito bom gente flws valeu com isso conseguir realizar o meu trabalho falouuuuuuuuuuuuuuuuu

    1. Cíntia Michepud disse:

      Que bom Junior!!! Grata pela visita!

  3. Thalia Prescott Ommaley disse:

    Obrigado me ajudou muito com meu trabalho

    1. Claudia Michepud Rizzo disse:

      Que bom Thalia!
      Visite-nos sempre que quiser! Vc é muito bem-vinda!
      Aloha
      Muita luz, sempre!

  4. herbet disse:

    me ajudou muito para eu fazer minha pesquisa

    1. Claudia Michepud Rizzo disse:

      Olá Herbert,
      Que bom que o nosso blog conseguiu te auxiliar!
      Visite-nos sempre que quiser!
      Muita luz, sempre!
      Aloha

  5. yy8whwfuhf disse:

    llleeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeegggggaaaaaaaaaaaaaallllllllllllllllllllll!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!parabens!!!!!!!!

    1. Cíntia Michepud disse:

      Muito grata!! bjs

  6. maria teresa disse:

    me ajudou muito numa pesquisa da escola !!!!!!!

    1. Claudia Michepud Rizzo disse:

      Maria Teresa,

      Que bom que pudemos ajudá-la de alguma forma!!
      Visite-nos sempre que quiser!
      Muita luz, sempre!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s