O Propósito dos Relacionamentos Amorosos

liberdade no amor

Falar em amor e relacionamentos amorosos nunca é demais… Sempre temos o que aprender… Sempre temos pontos para reflexão… E, por isso, quero lhes apresentar um belo texto escrito pelo Marcelo Marinho sobre este assunto:

“Ninguém pode acabar com a solidão da sua vida sem primeiro acabar com a solidão que existe dentro da vida. Sendo claro, a solidão é um estado de espírito e mantendo esse estado atraímos alguém que também é solitário.

Ninguém pode acabar com a falta de carinho e amor que sente sem acabar primeiro com a falta de carinho e amor internos. Falta de carinho e amor é um estado de espírito e esse estado atrai pessoas sem carinho e sem amor.

O propósito de qualquer relacionamento amoroso não é suprir nenhuma carência nossa. Por princípio, qualquer carência só pode ser suprida por quem tem a carência. Entrar num relacionamento para ter amor, matar a solidão, ter um parceiro rico, ter sexo bom, tudo isso é apostar no fracasso. Só tem um bom relacionamento quem está bem, não é o relacionamento que faz a pessoa sentir-se bem e sim é o sentir-se bem que faz o bom relacionamento.

Então qual é o propósito de um relacionamento amoroso? A resposta é simples: amar. Quem entra num relacionamento cujo interesse maior é dinheiro, sexo, suprir carência ou acabar com a solidão, não tem o interesse maior em amar.

Um relacionamento amoroso não é capaz de lhe dar nada que você não tenha, porém é a maior oportunidade de um ser humano de ele SER humano. Todo mundo pode ser feliz sozinho, mas é bom ser feliz acompanhado. Ser infeliz sozinho é garantia certa de ser infeliz acompanhado.

Colocar o amor em primeiro plano num relacionamento amoroso não exclui boa companhia, bom papo, boa diversão, bom sexo, aproveitar bem o dinheiro do outro parceiro se o outro parceiro for mais rico e achar isso uma boa idéia. Contrariamente ao que se pensa, colocar o amor em primeiro plano é acentuar todas as outras coisas boas que uma relação pode conter em si mesma.

A base do relacionamento amoroso é a liberdade. Um relacionamento amoroso onde a escolha de ambos os parceiros é a fidelidade é uma declaração de liberdade ao Universo. Ambos os parceiros estão escolhendo serem fieis um ao outro. Toda escolha é um ato de liberdade por princípio.

A fidelidade por coerção, por medo de perder, por ameaça é o caminho mais rápido para a infidelidade. A resposta é óbvia. O prazer da liberdade foi retirado, não é uma escolha a fidelidade, é uma obrigação. O erro do outro será punido. O medo da punição trás a idéia do erro a mente e o que está na mente está em processo de fabricação.

Todos os relacionamentos abertos acabarão. Num relacionamento aberto haverá um momento que um dos parceiros ao encontrar outra oportunidade de relação escolhe essa outra oportunidade por ser mais interessante e por estar sendo escolhido. O prazer de ser o escolhido pelo outro parceiro é algo que toca todas as partículas do ser. Imaginem, mulheres, a grandiosidade que é um homem te escolher como única parceira no meio de três bilhões de outras mulheres? Imaginem, homens, a grandiosidade que é uma mulher te escolher como único parceiro no meio de três bilhões de homens? Isto cala no fundo de qualquer ser.

Quem foi traído ou traída lembre-se: há aproximadamente três bilhões de pessoas no mundo para você escolher. Por quê fechar essa imensa porta? Quem não consegue perdoar uma traição, encerre essa relação que perdeu seu motivo de ser segundo as regras da relação. É claro que não dá tempo de conhecer três bilhões de pessoas… basta conhecer dez que te interessam e dessas dez escolher e ser escolhido ou escolhida para ser amado e amar.

Numa relação priorize amar, não suas próprias carências. Arranjar alguém para suprir suas carências é dar ao outro a incumbência de retirar toda a água do mar com um balde. Supra todas as suas carências amando a si mesmo ou a si mesma e haverá uma fila de escolha de parceiros para se relacionar com você.”

Pense nisso!

Que você encontre tudo que precisa para ser feliz!

Márcia de Lucena Saraceni

Anúncios

2 comentários Adicione o seu

  1. Carolina disse:

    A primeira relação a ser cuidada é a sua consigo mesmo!

    Parabéns, grande texto!

    Adorei o Blog!

    Beijos

    Carolina Flores Quintanilha.

    1. Claudia Michepud Rizzo disse:

      Você tem absoluta razão, Carolina!
      A nossa relação conosco deveria ser o nosso foco principal!
      Agradecemos a sua visita e o seu comentário!
      Muita luz, sempre!
      Aloha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s