A influencia das emoções em nosso DNA

O DNA e nossas emoções estão interligados

Bom dia,

Hoje, trazemos algumas descobertas sobre o potencial de nosso DNA, nossa cadeia de aminoácidos que trazem todas as nossas características. Vocês vão perceber o quão ligado ele está em nossas emoções e o quão influente ele é no ambiente em que estamos.

São três experimentos diferentes, que provam as qualidades do DNA e sua capacidade de se alongar e encurtar de acordo com os sentimentos e pensamentos da pessoa, como disse Gergg Braden no programa Curando Corações, Curando Nações: A Ciência da Paz e o Poder das Orações.

Primeiro Experimento

Realizado pelo Dr. Vladimir Poponin, um biólogo quântico, esta experiência começou ao se esvaziar um recipiente, deixando apenas fótons (partículas de luz) em seu interior. A seguir, foi medida a distribuição destes fótons e descobriu-se que estavam distribuídos aleatoriamente no interior deste recipiente. Este era o resultado esperado.

Então foi colocada dentro do recipiente uma amostra de DNA e a localização dos fótons foi medida novamente. Desta vez os fótons haviam se ORGANIZADO EM LINHA com o DNA. Ou seja, o DNA físico produziu um efeito nos fótons não físicos.

Depois disto, a amostra de DNA foi removida do recipiente e a distribuição dos fótons foi medida novamente. Os fótons PERMANECERAM ORDENADOS e alinhados onde havia estado o DNA, como se ele estivesse ainda lá.

De acordo com Gregg Braden, estamos impelidos a aceitar a possibilidade da existência de um NOVO campo de energia e que o DNA está se comunicando com os fótons por meio deste campo.

Experimento dois

Este experimento foi desenvolvido por militares, que recolheram amostras de leucócitos (células sanguíneas brancas) de um número de doadores. Estas amostras foram colocadas em um local equipado com um aparelho de medição das mudanças elétricas. Ao mesmo tempo, o doador era colocado em outro local no mesmo prédio e submetido a “estímulos emocionais” provenientes de imagens de vídeo. Tanto o doador quanto o DNA dos leucócitos eram monitorados.

Após os testes, o resultado foi o seguinte: quando o doador mostrava seus altos e baixos emocionais (medidos em ondas elétricas), o DNA expressava RESPOSTAS IDÊNTICAS e AO MESMO TEMPO. Não houve lapso e retardo de tempo de transmissão. Os altos e baixos do DNA COINCIDIRAM EXATAMENTE com os altos e baixos do doador.

Para verificar até onde essa influência ocorria, os militares aumentaram a distância entre o doador e seu DNA e continuarem observando este efeito. Pararam de experimentar quando a separação atingiu 80 km entre o DNA e seu doador e continuaram tendo o MESMO resultado. Sem lapso e sem retardo de transmissão.

Para Gregg Braden, isto significa que as células vivas se reconhecem por uma forma de energia não reconhecida anteriormente. Esta energia não é afetada pela distância e nem pelo tempo. Esta não é uma forma de energia localizada, é uma energia que existe em todas as partes e todo o tempo.

Experimento três

O terceiro experimento, intitulado Efeitos locais e não locais de freqüências coerentes do coração e alterações na conformação do DNA, foi realizado pelo Instituto Heart Math. Nele, tomou-se o DNA de placenta humana e colocou-se em um recipiente onde se podia medir as alterações do mesmo. Vinte e oito amostras foram distribuídas em tubos de ensaio e entregues a pesquisadores previamente treinados para gerar e sentir sentimentos.

Após os testes, descobriu-se que o DNA MUDOU DE FORMA de acordo com os sentimentos dos pesquisadores:

1. Quando os pesquisadores sentiram gratidão, amor e apreço, o DNA respondeu RELAXANDO-SE, e seus filamentos esticando-se. O DNA tornou-se mais amplo.

2. Quando os pesquisadores SENTIRAM raiva, medo ou stress, o DNA respondeu APERTANDO-SE, tornando-se mais curto e APAGANDO muitos códigos.

O mais interessante é que esses códigos de DNA que se encurtaram conectaram-se novamente quando os pesquisadores tiveram sentimentos de amor, alegria, gratidão e apreço.

Após isso, esta experiência foi aplicada posteriormente a pacientes com HIV positivo.

Descobriram que os sentimentos de amor, gratidão e apreço criaram RESPOSTAS DE IMUNIDADE 300.000 vezes maiores que a que tiveram sem eles. Ou seja, esses sentimentos auxiliam a permanecermos com saúde, sem importar quão danoso seja o vírus ou a bactéria que possam tentar nos atacar.

Além disso, estas alterações emocionais foram além de seus efeitos eletromagnéticos. Os indivíduos treinados para sentirem amor foram capazes de mudar a forma de seu DNA, mostrando que esta energia parece ser uma REDE ESTREITAMENTE TECIDA que conecta toda a matéria. Podemos influenciar essencialmente esta rede de criação por meio de nossas VIBRAÇÕES.

O que tem a ver os resultados destas experiências com nossa situação presente? Como Gregg explica em seu livro O efeito Isaías, basicamente o tempo não é apenas linear (passado, presente e futuro), mas também tem profundidade. Ou seja, essencialmente suas orações já foram respondidas. Simplesmente basta ativá-las com nossos SENTIMENTOS.

Explicando melhor: criamos nossa realidade ao escolhermos nossos sentimentos. Eles ativam a linha do tempo por meio da rede de criação, que conecta a energia e a matéria do universo. Lembram-se da lei do Universo que diz que atraímos aquilo que colocamos em nosso foco? Se mantemos o foco em temer algo, o Universo responderá enviando aquilo que mais teme. O mesmo ocorre com o oposto: se você se manter com sentimentos de alegria, amor, apreço ou gratidão, e focar em trazer mais disto para sua vida, é nisso que o Universo se focará e trará de volta a você.

Lembre-se: busque algo que faça você estar alegre todos os dias, a cada hora, momento a momento. Esta é a mais fácil e melhor das proteções que podemos ter no nosso dia-a-dia.

Muita luz, amor e sabedoria a cada passo!

Namastê,

Pedro Michepud

Adaptado do blog Saindo da Matrix e do texto de Gregg Braden

2 comentários Adicione o seu

  1. Joao disse:

    Excelente.

    1. Claudia Michepud Rizzo disse:

      Agradecemos o seu comentário, João!
      Visite-nos sempre que quiser.
      Aloha

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s