O poder da influência externa

Como você irá atravessar os pântanos em sua vida?

Para começar o post de hoje, irei contar, com minhas palavras, um breve trecho do livro “A História Sem Fim”, de Michael Ende. Vamos lá?

Em busca da montanha Horn e daquele que poderia salvar o mundo de Fantasia, o jovem guerreiro Atreyu parte com seu cavalo Artax para o Pântano da Tristeza. As recomendações para eles eram simples: não deixar a cabeça baixar e nunca parar em sua caminhada, mesmo que o coração ficasse pesado com a tristeza que o local emitia.

No começo de sua caminhada, Atreyu foi tocando o animal, estimulando-o a prosseguir. Conforme o terreno pantanoso foi piorando, o jovem desmontou do animal e passou a puxá-lo por suas rédeas para que, enfim,  pudessem atravessar o local. Porém, o animal parou em um ponto da jornada, começando a afundar no solo.

“O que está acontecendo, Artax?”, perguntou Atreyu a seu animal. “Você está doente?”

“Talvez”, respondeu o animal (no mundo de Fantasia, os animais falavam). “A cada passo que dou, parece que a tristeza em meu coração aumenta. Eu não tenho mais nenhuma esperança. Estou cansado, muito cansado.”

“Temos que ir… Vamos Artax! Se você parar aqui vai afundar e pode até morrer!”, alertou o humano, já aflito, tentando estimular o animal.

Porém, já era tarde demais. O animal já havia afundado até sua barriga e tinha desistido de prosseguir em sua jornada. Por mais que o jovem se esforçasse (chegou até a tentar dar seu amuleto protetor ao animal), Artax não se movia e, após um longo diálogo, o cavalo pede para Atreyu ir embora, para que ele não o visse afundar completamente no pântano.

Com lágrimas nos olhos, o jovem guerreiro cumprimenta pela última vez seu companheiro de longa data, partindo para concluir sua jornada.

É muito interessante perceber a mensagem que há nesse pequeno trecho do livro. Quantas vezes nos deixamos influenciar por fatores externos em nossas vidas? Diversas, não? Mas isso é uma das coisas que não deveríamos deixar ocorrer em nossas vidas…

Pensem na história de Atreyu e de Artax que foi narrada. Ao se deixar influenciar pela tristeza que havia no ambiente, o cavalo parou, estagnando e afundando em um pântano de emoções densas e tristes. Por outro lado, o humano continuou sua jornada, sendo protegido pelo amuleto e pela confiança e fé que tinha em si mesmo.

Isso acontece conosco quase todos os dias. Se seguirmos confiantes, fortes e firmes em nossos objetivos de luz, acabamos deixando nosso melhor se expandir, fazendo com que o exterior não tenha nenhuma influência em nossas vidas. Por outro lado, se começarmos a ouvir a “torcida negativa”, dando importância para sentimentos de negatividade e desânimo, acabamos estagnando e  afundando como o cavalo,  até que tenhamos a consciência de que é sempre necessário re-encontrar a nossa luz interior.

Então, lembrem-se  que os ambientes não tem o poder de influenciar nossas vidas e jornadas, por mais densos que eles pareçam ser. Para evitar essa interferência, basta fazer um pequeno exercício diário, ouvindo o nosso coração, deixando o melhor brilhar em nosso interior e fazendo com que o “amuleto” da confiança, do amor, da alegria e da saúde esteja sempre presente em nossas vidas.

Confiem em seus corações e em vocês mesmos. E deixem que seus amuletos (que no livro A História sem Fim se chama Auryn) brilhem cada vez mais forte, ajudando-os a superar alguns pântanos que possam aparecer em suas vidas.

Muita luz, amor e sabedoria,

Namastê,

Pedro Michepud

Anúncios

4 comentários Adicione o seu

  1. Bruna Angelica disse:

    Namastê!!!
    É incrível essa sincronicidade… Eu fico mesmo, toda arrepiada enquanto leio os posts de vocês. Parece que falam comigo, em um tom fraterno e magnético! Fico em um estado quase como hipnotizada, pasma… Muito obrigada, o post de hoje falou comigo como se fossemos dois bons amigos, sentados na beira de um pântano apreciando a beleza daquilo que nem sempre parece bonito, mas que pode nos trazer graças essencias se não nos deixarmos afundar. Um bom dia à todos!!!!!!!!!

    1. Olá Bruna!
      Que bom que o post conseguiu te ajudar a ver mais um ângulo e refletir sobre sua vida!
      Agradecemos muito sua visita e sua energia.
      Um ótimo dia a você!
      Namastê!

  2. carla sofia disse:

    Pedro

    Parabens pela texto! O desenvolvimeto do tema foi perfeito!

    1. Olá Carla,
      Muito grato por seu comentário!
      Namastê!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s