Cadê seu bom humor?

bom humor no trabalho
“Ter bom humor é saber encarar a vida como ela é, transformando-a em como deveria ser… é saber extrair o suco saboroso da fruta madura… é saber ver o lado bom do que nos acontece… é saber que a vida é a dádiva maior com que fomos brindados por Deus, e temos para conosco, a obrigação da fazê-la a melhor coisa que temos na vida…é  olhar para a perna direita
fraturada, e ao invés de lamentar-se, agradecer porque não foram as duas!”

Estas palavras são de autoria de Marcial Salaverry e me despertaram a vontade de refletir com vocês sobre a importância do bom humor.

Sabemos do número crescente de pessoas vítimas de depressão ou dependência das mais variadas formas. Às vezes, isto ocorre em decorrência da pressão diária (você está atolado de trabalho), das mudanças de rotinas (sua faxineira não veio hoje), da correria desse nosso tempo (duas horas parado no trânsito). Então, tudo se torna um “bom” motivo para desenvolvermos o mau humor. Pronto! Foi dada a partida para um turbilhão de sentimentos ruins e comportamentos agressivos.

Manter o bom humor é um exercício diário. Quando conseguimos fazer dele uma parte nossa, teremos muito mais tolerância  frente aos obstáculos e frustrações, ficaremos mais resistentes às pressões do cotidiano e, com certeza, seremos mais criativos, além, é claro, de nossa saúde física, mental e emocional agradecer muito.

Quando somos bem humorados temos uma capacidade incontestável de negociar melhor com a vida.

Tudo fica mais simples, mais leve! Sorrir ainda é o melhor remédio e gargalhar pode ser a cura!

Vamos encarar o ‘atolamento’ no trabalho estabelecendo prioridades. Assim, faremos, de modo competente, uma coisa de cada vez…

Vamos aproveitar a falta da faxineira para cuidar, nós mesmos, do que é nosso, e com carinho…

Vamos perceber que não vai adiantar você ficar preso no trânsito “bufando”, blasfemando, imaginando o tamanho do prejuízo com o seu atraso. Já que não tem remédio, remediado está! Então, ouça músicas das quais gosta, relaxe, cante… enfim… mil possibilidades melhores do que passar as duas horas se angustiando…

Há estudos que indicam que o bom humor não é nato. Podemos desenvolver essa qualidade essencial diariamente. Como já disse, é mais um exercício que vale à pena praticar.

Então, o que estamos esperando? Que tal um sorriso agora? E uma boa gargalhada, no momento exato em que a vida lhe oferecer o presente da oportunidade?

Se permita!

Muito grata pelo carinho de sua companhia em mais esta reflexão.

Um Salve à Vida!

Beth Michepud

Anúncios

4 comentários Adicione o seu

  1. Cida disse:

    Ola Beth,

    Desejo-te um ótimo dia cheio de amor e carinho, alegria e saúde pois é tudo de bom o que voce merece!

    1. Beth Michepud disse:

      Cida,

      obrigada por suas palavras carinhosas. Que possamos todos ter uma vida de alegrias e muita saúde!!!
      Todas as bençãos divinas para você também!
      Beijo

  2. Manuela disse:

    Um artigo belissimo e verdadeiro.

    1. Beth Michepud disse:

      Manuela,

      agradecemos muito sua visita e seu comentário.
      Que o sorriso esteja sempre estampado em seu rosto e em todos os que a cercam!
      Beijo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s