A responsabilidade é toda sua!

atração

Sugiro para hoje, uma reflexão sobre a lei da atração e a lei da polaridade. Se pararmos para pensar, somos todos energia! E sendo assim, vibramos em freqüências diferentes, dependendo da emoção que estamos sentindo e dos pensamentos que estamos alimentando… E essa freqüência, atrai freqüências semelhantes… Isso é Física! Fato constatado!

Vale muito a pena ler e repensar atitudes!

Vamos lá?


“Não me leve a mal, mas você é o responsável por tudo que acontece em sua vida. E a menos que sua vida seja “um mar de rosas”, é provável que esteja nadando em praia errada! Tudo que existe na sua praia, foi você mesmo que atraiu.

Responsabilidade não é sinônimo de culpa. Responsabilidade é a habilidade para responder a uma situação.

Esther Hicks, no filme O Segredo, diz que somos “criadores magníficos” de nossas experiências. Mas como o poder que utilizamos para criar nossas experiências na vida não é visível ou palpável, demoramos para nos dar conta dele.

Quer queira, quer não, você é o criador da sua vida com tudo que há nela. Cada pensamento que provoca uma emoção, por menor que ela seja, é um pensamento criador. A emoção é sua forma de saber quando está criando. E as emoções são sentidas no corpo. Como se sente agora? Qual é seu estado de humor agora? Se estiver sentindo-se bem, tranqüilo, em paz, de bom humor, satisfeito, seguro, tranquilo, alegre, parabéns, você está atraindo algo de bom para sua experiência. Se estiver de mau humor, irritado, nervoso, ansioso, inseguro, receoso, triste é bom tratar de mudar um pouco seu pensamento ou terá mais motivos para continuar sentindo-se assim.

Somos seres feitos de energia e quando experimentamos qualquer tipo de emoção emitimos sinais vibratórios ao Universo. Cada emoção vibra numa determinada frequência e esta vibração atua como um imã atraindo vibrações similares. Conclusão: somos ímãs ambulantes!

Durante toda a nossa vida enviamos vibrações. É impossível parar este processo ou querer “atrair” por somente alguns momentos por dia. O tempo todo estamos vibrando e atraindo. Por isso a lei que rege este processo chama-se Lei da Atração.

E agora uma notícia excelente! Mesmo que tenha atraido situações muito desagradáveis, você pode começar tudo de novo agora! E pode recomeçar quantas vezes forem necessárias para “ajustar” a sua vibração com aquilo que deseja viver.

Uma outra lei interessante é a Lei da Polaridade. Tudo que é bom tem seu lado ruim e vice-versa. Você gosta do dia, mas precisa experimentar a noite. Você gosta de calor, mas precisa experimentar o frio. Não há alto sem o baixo.

– Puxa! Agora complicou. Então, quando quero uma coisa boa para mim, a ruim vem junto?

– Tudo depende do seu foco de atenção. Se seu foco de atenção – leia-se pensamentos – estiver voltado para encontrar o lado bom ou positivo em toda e cada situação, por pior que ela pareça, e você usar a sua habilidade para responder positivamente à situação, então, estará sempre atraindo mais e mais o lado melhor das coisas, pessoas e situações. E o lado melhor é aquele que você gosta, não é o lado que a sociedade acha que é o melhor. É você quem precisa sentir em seu corpo o que é melhor para você, o que lhe dá mais ânimo, mais vontade, mais garra, mais satisfação em experimentar.
Você pode tomar esta decisão agora: “Eu quero e posso aprender a ver sempre o lado melhor das coisas, situações e pessoas”.

E quando você leva sua decisão a sério, imediatamente começa a sentir-se melhor, mais otimista, mais confiante e reduzirá muito suas respostas emocionais negativas. O resultado disto é evidente, estará atraindo e criando mais e mais vibrações positivas que estarão atraindo mais e mais vibrações positivas para sua experiência. Estas vibrações positivas podem vir em forma física, material, como mais dinheiro, mais oportunidades, melhores relacionamentos e outras coisas boas que goste, e podem vir em forma de um aumento do seu nível de alegria, paz, confiança, segurança e certeza de direção.

O que vai decidir?”

(Texto de Cláudia Giovanni)

Aloha

Claudia Michepud Rizzo

Anúncios

3 comentários Adicione o seu

  1. Bruna Angelica disse:

    “(…) Responsabilidade é não ficar culpando alguém, ou alguma coisa, pela situação, muito menos a si mesmo. Aceitando a circunstância, o fato, o problema como se apresenta no momento a responsabilidade passa a ser a capacidade de ter uma resposta criativa para aquela situação como ela se apresenta no momento.(…)”

    1. Claudia Michepud Rizzo disse:

      Bruna!!
      Perfeito!
      Você, como sempre, fazendo comentários que abrilhantam os nossos posts!
      Agradeço, verdadeiramente!
      Muita luz, sempre!
      Aloha

  2. Bruna Angelica disse:

    Namaste!!!
    É uma honra Claudia… Eu que agradeço as oportunidades de compartilhar e aprender, sempre! Bom dia, abraços.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s