Uma vida… Duas vidas… Um sorriso…

libertação

A história abaixo, contada sucintamente, evidencia mais uma vez que o amor é o maior de todos os sentimentos. Ele gera compaixão e atitudes nobres…
Boa leitura!

Antoine de Saint-Exupéry, o autor de “O Pequeno Príncipe”, conta que lutara ao lado dos espanhóis que preservavam a democracia e um dia caíra nas mãos dos adversários,tendo sido preso e condenado à morte. Na véspera de sua execução, fora despido de todos os seus haveres e atirado em uma cela miserável. O guarda era muito jovem. Mas, por certo, já assassinara muitas pessoas. Mostrava o semblante frio.

A ordem era atirar para matar, em caso de fuga. Exupéry tentou conversar com ele, altas horas da madrugada, suas últimas horas de vida. Era inútil. Porém, quando o guarda o olhou, ele sorriu.
Sorriso de pavor e ansiedade. Mas, sorriso… E perguntou timidamente:
– Você é pai?

Ele fez um movimento de cabeça, afirmativo.
– Eu também… Mas, há uma enorme diferença entre nós. Amanhã, estarei assassinado e você voltará para casa e abraçará seu filho. Meus filhos não têm culpa de meus atos. Porém, não mais os abraçarei no corpo físico. Quando o dia clarear, eu morrerei…
Quando for abraçar o seu filho, fale-lhe de amor. Diga-lhe: “Amo você. Você é a razão da minha vida.” Você é guarda, está ganhando dinheiro para manter a sua família, não é?

O guarda continuava imóvel. Parecia um cadáver que respirava.
Exupery concluiu:
– Então, leve a mensagem que eu não poderei dar ao meu filho.

As lágrimas escorreram de seus olhos, notou que o guarda também chorava. Parecia ter despertado do torpor. Não disse nada; pegou.uma chave e abriu o cadeado. Com uma outra, chave abriu a lingueta, abriu a porta da cela, deu-lhe um sinal.

O condenado à morte saiu depressa, depois correu, saindo da fortaleza. O vigilante lhe apontou a direção das montanhas, deu-lhe as costas e voltou.
O carcereiro salvou-lhe a vida.
Saint-Exupéry retornou à França e escreveu uma página tão inesquecível: Uma vida, duas vidas, um sorriso.

Aloha

Claudia Michepud Rizzo

Fonte: http://pt.shvoong.com/society-and-news/gender/2119562-uma-vida-duas-vidas-um/#ixzz1NqlIoTcv

4 comentários Adicione o seu

  1. Bruna Angelica disse:

    Ai ai.. Advinhem o que eu assisti ontemmm? Haha… Um trechim do filme “O PEQUENO PRÍNCIPE”, com o meu filhote! Aí abro meu e-mail e tcharamm.. rsrsrsrs, lindo post, linda história. Pra variar, fiquei arrepiada!!! Abraços queridos.

  2. Bruna Angelica disse:

    “..Deus canta em todo o Universo, a glória do AMOR…!”

  3. Bruna Angelica disse:

    “Hoje mais do que ontem, agora mais do que na véspera quebremos todos os impedimentos para amar”.
    Booom Dia!!!

    1. Claudia Michepud Rizzo disse:

      Bom dia querida!!!
      Que o amor possa ser o balizador de todas as nossas ações, sempre!
      Aloha

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s