Tem coisas que apenas SÃO.

mente e coração

“Definir é limitar.”
Oscar Wilde

Estamos em um mundo onde ser guiado pelo nosso mental é algo natural e constante. Decisões estritamente racionais, sistemas e planejamentos precisam ser elaborados hora após hora. Aonde foi parar a voz da nossa sabedoria? Por que não damos mais importância à nossa intuição?

Cheguei à conclusão de que muitas coisas que acontecem em nossas vidas não possuem explicação. Entre um episódio e outro, identifiquei a ansiedade que se abatia sobre mim quando me via em uma situação onde o meu lado racional não tinha espaço para atuar. Nesses momentos, o coração, que se esforça para ser ouvido, é totalmente ignorado e nós, estamos desperdiçando tempo e energia buscando explicações que satisfaçam a nossa mente.

Tentem se lembrar se, em algum momento, você já se deparou com uma sensação estranha, um sentimento desconhecido ou com um problema aparentemente sem solução. Algumas vezes, não é verdade? E o que você fez? Deixou as coisas seguirem seu fluxo natural ou ficou tentando encontrar soluções para esses ‘problemas’?

Provavelmente, nesses momentos, toda a sua essência e a sua voz interior foram ignoradas. Perdeu-se uma grande oportunidade de deixar que as coisas se resolvessem por si só.

Quando notamos dentro de nós um sentimento ainda desconhecido, nos esforçamos para identificá-lo o mais rapidamente possível. É amor? Leve afinidade? Raiva? Insegurança? E muitas vezes, não é nenhuma opção apresentada pelo seu registro de emoções e, então, nos tornamos inquietos e ansiosos com aquela nova energia.

O interessante é que passamos, muitas vezes, por situações como essas e não nos damos conta do trabalho que efetuamos para conseguir enquadrar os momentos de nossas vidas naquilo que já nos é conhecido. Claro que andar em um terreno já explorado é mais fácil e, certamente, mais confortável: você já sabe a profundidade do lago, as pedras e os buracos que estarão presentes no caminho. Porém, se assim vivêssemos, seríamos seres humanos estagnados e conformados na ‘zona de conforto’… Estaríamos fugindo do ciclo natural de evolução.

Há tantos caminhos inexplorados, sentimentos a serem aflorados, pessoas a serem conhecidas, decisões a serem tomadas… Só peço que atentem a um detalhe: vivam cada situação de uma vez e compreendam que, na maioria das vezes, o caminho mais fácil e menos doloroso não é o seu mental que irá lhe fornecer.

Claro que, mais cedo ou mais tarde, as coisas se resolvem e a vida continua seguindo seu fluxo, porém, ainda temos o poder de optar por colher os frutos de nossas ações por amor ou por dor. Porque nem tudo precisa ser explicado pelo mental. Nem tudo precisa ser nomeado ou rotulado.

Tem coisas que apenas SÃO. E ponto.

Pensem nisso…

Amor, luz e consciência. Sempre.

Cíntia Michepud

4 comentários Adicione o seu

  1. Rafael disse:

    Pior que tens toda razão, mas ainda assim, acabamos sufocando nossa intuição por sermos diria teimosos…

    Uma boa terça feira. até amanha

    1. Cíntia Michepud disse:

      Exatamente… Mas vamos aprendendo, não é mesmo Rafael?!
      Bom final de terça!

  2. Bruna Angelica disse:

    “(…)Este momento é assim porque todo o universo é assim.
    Quando você luta contra este momento, está lutando contra todo o universo. Em vez disso, você pode, por exemplo, hoje, tomar a decisão de não lutar contra todo o universo, parando de lutar contra este momento. Isso significa aceitar total e completamente este momento, aceitar as coisas como elas são e não como gostaria que fossem. Isso é importante entender. Você pode querer que as coisas sejam diferentes no futuro. Mas, neste momento, tem de aceitá-las como são.(…)”
    UMA SEMANA DE LUZ, À TODOS!!

    1. Cíntia Michepud disse:

      Quando você luta contra este momento, está lutando contra todo o universo, está lutando contra si próprio no final das contas, não é Bruna!?
      Muito grata pela reflexão compartilhada…
      Bom fim de dia!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s