O amor aproxima…

vira lata

Vivemos momentos de grandes transformações no Planeta Terra e em todo o Universo e, com isso as diferenças sociais ficam cada vez mais evidentes. O Reino Vegetal, Animal e Humano estão passando por grandes provações. Se cada um de nós fizer a sua parte, podemos amenizar o sofrimento de tudo quanto é vivo.  Defender a causa animal é defender a própria vida. Respeitar e cuidar de tudo que tem vida é a única maneira de resguardar o planeta.

Para os que amam os animais, assim como eu, transcrevo abaixo um resumo de uma crônica de Heloísa Seixas. É uma leitura muito agradável  que nos faz  lembrar da potencialidade do animal em nos fazer perceber que não existe qualquer tipo de barreira entre os seres humanos quando a energia estabelecida  é o amor… ainda que o canino!

“Aconteceu em Ipanema. Eu ia passando, apressada, mas não pude deixar de notar aquela mulher tão elegante que ia à minha frente, com sua cadelinha pela coleira. Vestida de legging e capa de chuva, calçando um par de tênis daqueles que segundo um amigo meu “costumam custar o  preço de um conjugado em Copacabana”, a mulher tinha o cabelo liso e muito bem cortado. A cadela, de coleira de oncinha, também parecia recém-saída do  cabeleireiro; seu pelo,  limpíssimo  e esvoaçante, era cor de champanhe, combinando com a capa de chuva da mulher. A raça eu conhecia bem: Lulu da Pomerânia (nome que em mim evoca qualquer coisa saída de um conto de fadas).

A elegância clean daquela dupla foi o que me chamou a atenção e, como ambas, mulher e cachorrinha andavam logo à minha frente, pude apreciá-las por um bom tempo. Até que, de repente, alguma coisa pareceu chamar a Lulu. Ela começou a puxar a dona para o lado, esticando a guia, repuxando a coleira, mandando às favas toda aquela coreografia de andar ritmado – e não foi preciso muito tempo para que ficasse evidente a razão de seu interesse: era um cachorro, deitado ao lado de uma mendiga. Era um cão sarnento e sujo, de pelo curto preto e branco, tendo no olho esquerdo uma mancha escura que lhe dava um aspecto de pirata do Caribe. A cadelinha da Pomerânia, com todo seu pedigree, parecia encantada pelo vira-lata. E não sossegou enquanto não puxou sua dona até o canto da calçada onde ele estava.

Logo os dois cachorros se viram focinho com focinho, abanando os rabos com grande animação. O interesse parecia cada vez maior. E foi quando as duas mulheres começaram a conversar. De onde eu estava (a essa altura, tinha parado para apreciar), não podia ouvir o que diziam, mas logo elas me pareceram muito calorosas uma com a outra. Não era um contato rápido entre uma pessoa caridosa e um pedinte. Era um animado bate-papo, em que as duas falavam e davam risada, como se fossem velhas amigas, a mendiga sentada no chão da calçada e a mulher elegante em pé à sua frente.

Pensei no filme ‘A Valsa do Imperador’ em que uma cadelinha de raça se apaixona por um vira lata, e enquanto me lembrava das cenas, ali, naquela calçada de Ipanema, as duas mulheres tão díspares, vivendo em mundos tão obviamente diferentes, continuavam conversando como duas velhas amigas. O papo delas se alongou tanto que precisei ir embora, pois tinha compromisso. Mas fui pelo caminho pensando nessa coisa maravilhosa que são os animais, e em sua capacidade de aproximar – e adoçar – os seres humanos.”

Gostaria de terminar citando a máxima que pode mudar tudo para melhor: “Amai-vos uns aos outros”…  E peço que o façam, mesmo que os outros tenham patas, focinhos, rabos, penas, escamas, folhas, flores e frutos.

Um Salve à Vida!

Beth Michepud

Anúncios

4 comentários Adicione o seu

  1. Maria Helena disse:

    Que história linda, Beth!
    Um excelente final de semana!
    Beijos!

  2. Beth Michepud disse:

    Maria Helena,
    uma linda história mesmo!!! Muito obrigada pelo carinho de sua visita!!
    Tenha um lindo final de semana e todas as bençãos divinas pra você!!!
    Beijos

  3. Cláudia. disse:

    Maravilhoso! Gratidão por compartilhar!

    Abraços de Luz!

    1. Beth Michepud disse:

      Claudia,
      nós é que somos muitos gratos pelo carinho de sua participação.
      Tenha uma linda semana com todas as bençãos divinas.
      Abraços de Luz para você também!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s