Você já parou para pensar no que agradecer? E já agradeceu?

“Andando um dia desses pela rua estava eu, preocupado com algumas questões que deveriam receber minha atenção, mas não naquele momento. Perdido nesses pensamentos, caminhava de volta para minha casa, engolfado em algumas dúvidas que só poderiam ser sanadas com o desenrolar de alguns fatos que pudessem me dar uma visão mais ampla e abrangente do que eu vivia.

Nesse momento, parei para olhar para cima e me deparei com a lua, que parecia sorrir para mim, mostrando um novo caminho e me tirando daquele turbilhão de pensamentos que até aquele momento me engolfava. Aquele instante pareceu mágico e ao continuar minha caminhada, reverenciei agradecido àquela percepção que fez pensar um pouco fora da caixa:

– É isso que vale a pena na vida… – pensei comigo mesmo – Esse sorriso que sinto se formar em meu rosto, essa vida pulsando dentro de mim, esse brilho que sinto crescer em meu coração… Essas são apenas algumas partes de minha essência se comunicando comigo agora, me mostrando que minha vida é bela demais para ser usada no futuro em que não posso  atingir ou no passado que já se foi.

Esse simples pensamento foi o suficiente para me carregar para o agora, para minha caminhada, para as “pedras grandes e fundamentais” de minha vida. E então passei apenas a agradecer por aquele momento:

– Agradeci profundamente pela minha vida, pelas minhas descobertas, pela capacidade de respirar e ouvir meu coração dentro de mim…

– Agradeci infinitamente pela minha família, tão especial e peculiar, como toda família deve ser.

– Agradeci por todos os meus sentidos serem perfeitos e me darem a capacidade de ver a lua, sentir o toque do vento, ouvir o silêncio da rua, falar as palavras que me vinham, sentir os cheiros do local e vivenciar aquilo com mais alguns sentidos que acredito que temos, mas não demos nome…

– Agradeci por todas as oportunidades que se colocam à minha frente, me mostrando caminhos para crescer e deixar minha luz expandir.

– Agradeci, enfim, por viver, por ter mestres tão especiais comigo, por ter a oportunidade de deixar florescer a beleza que todos temos dentro de nós mesmos…

E assim fui, caminhando até chegar em minha casa, sentindo e vivendo cada um dos passos daquele momento.”

Trago essa minha experiência hoje para fazer uma pequena pergunta a vocês: Vocês já pararam para ver o que podem agradecer em suas vidas? Já pararam para sentir quão belo é seu caminho? Já pararam para sentir toda essa energia pulsando dentro de vocês?

Tentem fazer essas perguntas para vocês… Assim, vocês poderão sair desse furacão que nossas mentes às vezes se tornam. E aproveitem para  agradecer por tudo, sentindo a plenitude de sua vida e elevando seus mais sinceros sentimentos ao Universo (Deus, Allah, Buda, ou qualquer que seja o nome que você dê).

Com certeza, você descobrirá diversas coisas que poderão te levar ao seu equilíbrio e à sua essência de luz.

Muita luz, amor e sabedoria a todos,

Namastê,

Pedro Michepud

Anúncios

2 comentários Adicione o seu

  1. Cláudia disse:

    Gratidão por você estar conosco nessa viagem, na Nave Mãe Terra e, por nos brindar com esse maravilhoso texto!

    Abraços e Luz!

    1. Olá Claudia,
      Eu que agradeço pela sua visita e por seu comentário.
      Uma linda semana a você,
      Namastê

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s