Vivendo sob véus

 

véu da ilusão

Ultimamente, tenho me deparado com várias pessoas que reclamam da vida que levam. Mais do que isso: pessoas que declaram preferir viver no mundo das ilusões ao invés de encarar a realidade. Há aqueles que têm consciência disso e alguns outros, vivem sob um véu ilusório e nem se dão conta disso.

Acho que muitos ainda não entenderam que fugir do real não vale a pena e se resume, apenas, a uma perda de tempo e energia.

Muitos dizem estarem satisfeitos com seus trabalhos quando, lá no fundo, eles representam um fardo pesado e desgastante; outros comentam serem felizes em seus relacionamentos amorosos quando seus olhos, sem brilho, dizem exatamente o oposto; há os que veneram os amigos (amigos?), porém, se anulam a cada dia para continuar fazendo parte de um grupo… e aqueles que, frente a uma situação complicada, declaram estar ‘tudo bem’ quando, na verdade, seus medos e inseguranças estão mais fortes do que nunca.

As pessoas criam um mundo tão perfeito e cheio de detalhes para evitar encarar de frente os desafios da vida que chega um momento que não sabem mais discernir entre o que é sonho e o que é realidade. Pare por alguns minutos e com a consciência da sua luz,  tente identificar aquilo que você sublimou para evitar conflitos ou grandes desafios.

Vale mencionar que, como seres humanos, isso é totalmente normal – é como se acionássemos um mecanismo de defesa interno e ligássemos a chave ‘sonho’ vestindo nossas lentes cor-de-rosa. Porém, sabemos que, enquanto não lidarmos com os desafios que a vida nos traz integralmente, ficaremos patinando no mesmo lugar, sem caminhar, crescer ou evoluir.

Ninguém está aqui para ser o ‘sr. ou a sra. Perfeitinha (o)’. Não, você não tem que estar bem todos os dias, ter as respostas para todas as perguntas e estar equilibrado 24hs. Claro que seria ótimo se assim o fosse, mas ainda estamos caminhando para isso.

Querer sustentar essa imagem faz com que, quando alguma situação nos desestabiliza, montemos mentalmente algo que nos afaste da realidade: viver na ilusão é mais cômodo, porém, em nada nos auxilia.

Vale termos a humildade de dizer ‘eu preciso de ajuda’, vale ter amor-próprio para aceitar os dias em que você não acorda ‘lá muito bem’, vale ter coragem para encarar os desafios de frente!

Sonhar é importantíssimo. Traçar metas, idealizar é fundamental. Porém, a maioria das pessoas se esquece que até chegar ao objetivo desenhado, existem todos os passos de uma longa caminhada e cada passo, dado conscientemente, é importante e essencial.

Lute para ter o que deseja. Se respeite ante de tudo e valorize cada conquista. Aos poucos, viver na ilusão não fará mais sentido para você que, agora, reconhece cada episódio da realidade como uma importante passagem para se chegar ao capítulo final.

Amor, luz e consciência. Sempre

Cíntia Michepud

Anúncios

2 comentários Adicione o seu

  1. concordo plenamente no que diz este texto.Nos dias de hoje está na “moda”,as pessoas afirmarem o tempo todo de que devemos sonhar,talvez até pela grande quantidade de publicações de textos de auto ajuda que é ótimo,porém agrande dificuldade é o momento da travessia. Abraços e parabéns pelo seu trabalho.Rodrigues

    1. Cíntia Michepud disse:

      Rodrigues,
      Muito grata pelo seu comentário!
      E, realmente, a quantidade de textos de auto-ajuda e afins está cada vez maior: é necessário ter capacidade crítica para absorver o que cada mensagem oferece de melhor, evitando que vivamos sob os véus da ilusão.
      Muita luz!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s