Não adiar mais!

“As promessas, como as pessoas, perdem a força quando envelhecem”
Marcel Pagnol

Estava na internet esses dias e encontrei um texto de Caio F. Abreu para o começo de 2011. Ele me despertou uma reflexão: sabe todas aquelas promessas de ano novo que fizemos no primeiro dia de 2011? Quantos desejos você já realizou? Quantos objetivos você já desistiu de perseguir? Aquilo que tanto queria é, ainda, o que hoje você quer?

Além dessa reflexão, acredito que a mensagem abaixo nos traz mensagens para todos os dias de nossas vidas, sejam no dia de ano novo ou em qualquer outro dia.

“Te desejo uma fé enorme.
Em qualquer coisa, não importa o quê.
Desejo esperanças novinhas em folha, todos os dias.
Tomara que a gente não desista de ser quem é por nada nem ninguém deste mundo.
Que a gente reconheça o poder do outro sem esquecer do nosso.
Que as mentiras alheias não confundam as nossas verdades, mesmo que as mentiras e as verdades sejam impermanentes.
Que friagem nenhuma seja capaz de encabular o nosso calor mais bonito.
Que, mesmo quando estivermos doendo, não percamos de vista nem de sonho a ideia da alegria.
Tomara que apesar dos apesares todos, a gente continue tendo valentia suficiente para não abrir mão de se sentir feliz.
As coisas vão dar certo.
Vai ter amor, vai ter fé, vai ter paz – se não tiver, a gente inventa.
Te quero ver feliz, te quero ver sem melancolia nenhuma.
Certo, muitas ilusões dançaram.
Mas eu me recuso a descrer absolutamente de tudo, eu faço força para manter algumas esperanças acesas, como velas.
Que 2011 seja doce. Repito sete vezes para dar sorte: que seja doce que seja doce que seja doce e assim por diante.
Que seja bom o que vier, pra você.”

É importante que, a cada novo amanhecer, renovemos nossas esperanças e nos certifiquemos de que nossa fé (em Deus, em Buda, ou em alguma força maior, independente do nome que chame) esteja lá, maior e inabalável.

Quando estamos equilibrados e temos consciência do nosso poder interior, sabemos aquilo que realmente nos é importante e, mais do que isso, conseguimos identificar quando o nosso ego está no comando, nos impedindo de ouvir a voz e os pedidos de nosso coração. Reconhecer o nosso poder e a nossa beleza e fundamental para que possamos identificar a beleza nos outros…

Não devemos esquecer que o mundo é um reflexo de nossas ações e sentimentos. Afinal, porque em um mesmo local há pessoas que só vêem situações agradáveis e aquelas que só enxergam grosserias e atitudes desarmônicas? A pergunta que fica é: com qual óculos você está saindo por aí?

Esse texto é para que comecemos a semana lembrando que tudo na vida tem um propósito e que todas as situações que enfrentamos são atraídas por nós.

Independentemente do que esteja acontecendo conosco, que não permitamos que nada nem ninguém nos retire a alegria de viver e o prazer de sermos quem realmente somos.

Não precisamos esperar o final do ano para redesenhar nossos planos: façamos isso agora! Vamos rever aquilo que só está pesando em nossa bagagem e identificar o que realmente importa para nós.

Aonde queremos chegar? O que queremos alcançar?

Reflitam nisso e refaçam esse balanço.

Vamos ser feliz… não vamos adiar mais!

Amor, luz e consciência. Sempre

Cíntia Michepud

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s