Redescobrindo nossa luz interior

Todos temos uma luz interior, que brilha com a potencial de mil sóis. É ela que nos move em direção ao nosso melhor, guiando cada passo que damos. Mas, por vezes, deixamos que ela seja encoberta por alguma nuvem, fazendo com que não enxerguemos todo o belo que está em nossas vidas, dia após dia.

No texto de hoje, de Wagner Borges, temos a oportunidade de refletir sobre o brilho dessa luz e o quanto ela é importante para nós. Vale a pena a leitura.

Vamos lá?

Flama espiritual – Sol do Amor

“Por vezes, em momentos de nossas vidas, nos sentimos vazios e isolados da luz. Parece que perdemos o rumo…

Em lugar de canções alegres, projetamos carradas de reclamações no perímetro de nossas relações.

Ressecamos o solo de nossos corações com a chuva ácida de nossos dramas e confusões.

Não vemos mais o sol brilhando dentro de nós e, em seu lugar, nuvens escuras bloqueiam a beleza da vida em nossos olhos. Parece que perdemos o rumo…

Contudo, além do que pensamos e sentimos, há uma luz maior em cada um de nós.

Quando as amarras do intelecto frio e das emoções desencontradas afrouxam sua pressão, é possível ouvir o chamado dessa luz sutil.

Quando permitimos um momento de quietude interna e mergulhamos espiritualmente no centro de nós mesmos, percebemos, entre os sentimentos verdadeiros, um oásis secreto, cheio de recursos vitais. E, nele, encontramos a flama espiritual.

Ou, melhor dizendo, nos reencontramos.

Então, escutamos a luz cantar a música das esferas. E algo muda em nós!

Sentimos que somos muito mais do que imaginávamos.

Sentimos que somos parte do Todo, pois nada está fora d’Ele. Sentimos a força do Espírito Supremo em nós!

Percebemos um amor incondicional interpenetrando a tudo e a todos.

Redescobrimos que somos estrelas na carne, espíritos imortais expressando-se na natureza terrestre, interligados na mesma rede universal e plugados no coração do infinito.

Tudo muda quando redescobrimos a nós mesmos. Reencontramos o caminho… E um grande amor canta novamente a vida dentro de nós, e nos diz, sutilmente:

“Há uma luz que brilha mais do que bilhões de sóis juntos. É a essência da alma. Essa é a luz que brilha em nossos corações.”

P.S.

Quando nós éramos crianças bem pequenas, sentíamos uma grande segurança e confiança quando nossos pais seguravam em nossas mãos. Assim também é com o amor!

Quando percebemos que ele é um estado de consciência, em nós mesmos, nos sentimos seguros.

Por mais dificuldades que se apresentem em nossas jornadas, sabemos que há uma luz maior em nós.

Então, vamos fazer jus a esse amor. Vamos trilhar a senda da existência com ele sendo um sol em nossos corações.

Sejamos esse amor-sol… Sejamos essa trilha luminosa…

E, mesmo que ninguém entenda, sejamos felizes, só por existirmos.

Que essa trilha seja auspiciosa, como deve ser…”

Uma ótima semana a todos,

Namastê,

Pedro Michepud

Anúncios

2 comentários Adicione o seu

  1. Natalia disse:

    Gostei muito desta historia!!! Espero sentir esta luz brilhar em mim!! bjs, Natália.

    1. Claudia Michepud Rizzo disse:

      Olá Natália!
      Agradecemos muito a sua visita e comentário!
      Temos certeza de que vc sentirá essa luz porque ela já está dentro de vc!
      Aloha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s