O tempo e a pressa

No dicionário, a palavra tempo significa medida de duração de um fenômeno. Os gregos antigos tinham duas palavras para esse termo: chronos, que refere-se ao tempo cronológico, ou sequencial e que pode ser medidoe kairos, que significa “o momento certo”, “oportuno” fazendo referência a um momento indeterminado no tempo, em que algo especial acontece.

Por outro lado, a palavra pressa no dicionário tem o significado de ligeireza, rapidez, urgência, impaciência e precipitação.

A mãe natureza é sábia, tudo acontece no tempo e no ritmo certos. De nada adianta querer apressar as coisas: só depois que as asas crescem é que o pássaro voa, só depois de maduro é que o fruto está pronto para ser comido e saboreado!

Entretanto, a natureza humana não é lá muito paciente. Temos pressa para tudo e atropelamos o destino, provocando situações por pura ansiedade em não querer esperar para as coisas amadurecerem e acontecerem.

– Estou atrasado!
– Estou sem tempo!
– Ando correndo feito um louco!
– 24 horas é pouco para o que tenho que fazer!

Estas são algumas das frases que mais ouvimos. E isso ocorre pois o ser humano não tem consciência de que transforma sua rotina numa correria infinita, sentindo-se valorizado quando supera suas metas e profundamente culpado quando não está executando alguma tarefa. Até os períodos de descanso, de lazer e o tempo com a família, passam a ser considerados “perda de tempo”!

Os especialistas consideram que aproximadamente 30% da população economicamente ativa de nosso país vivem a chamada síndrome da pressa, caracterizada por sintomas como: agonia, tensão, hostilidade, impaciência ao esperar, valorização da quantidade e desvalorização da qualidade, sono agitado, inadmissão a atrasos, busca por substâncias que controlam as emoções, pouco interesse pelo que os outros falam, passos rápidos e tantos outros sintomas, todos ligados ao stress.

E, por viverem assim, estas pessoas tendem a ser mais tensas e irritadiças; aumentando os riscos de sofrerem de infarto ou derrame. Síndrome do pânico, estresse, agorafobia, transtorno obsessivo compulsivo, transtorno de ansiedade generalizada, hipertensão arterial, diabetes, problemas alérgicos, dermatites, gastrites, úlceras, obesidade, dentre tantas outras enfermidades também podem se desenvolver, em médio ou longo prazo. Suas relações interpessoais também costumam ser prejudicadas, já que “falta tempo” para dedicar as pessoas.

A mudança de rotina é a única forma de inibir a síndrome da pressa. Reorganizar a agenda, delegar atividades a outras pessoas, adequar as expectativas somente àquilo que é possível, compreender seus limites, conversar sobre assuntos que não dizem respeito unicamente a seu trabalho, ter mais contato com amigos e familiares e reservar momentos diários de descanso são algumas medidas bastante úteis.

Aprenda a valorizar seu tempo! A pressa serve para concluir, o tempo para desenvolver. A pressa atropela, o tempo desliza. A pressa é cega, o tempo enxerga longe. A pressa esconde, o tempo mostra. A pressa esfria, o tempo aquece.

Como escreveu o escritor português José Saramago: Não ter pressa não é incompatível com não perder tempo.

Bom Vento lhes sopre, sem pressa e no tempo certo, o que seu coração precisa para ser feliz!

Márcia de Lucena Saraceni

Anúncios

2 comentários Adicione o seu

  1. Caio disse:

    Você sempre escrevendo palavras sabias, em momentos certos, momentos especificos….incrível!!

    1. Cíntia Michepud disse:

      Caio!!!
      Eu fico bem feliz quando vejo que as mensagens desse blog repercutem positivamente!
      Crédito para uma das participantes desse blog e autora desse texto, Márcia Lucena. =]
      Tks pelo comentário!
      Beijos,
      Cíntia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s