Qual seu potencial?

Você conhece seu potencial? Aonde você acha que pode chegar? Será que você não está simplesmente condicionado a um limite que em algum momento tenha aceitado para si?

O texto de hoje, de Elisabeth Cavalcante, nos ajuda a refletir sobre esse tema, nos auxiliando a pensar sobre o quanto podemos melhorar e potencializar nosso potencial. Vamos à leitura?

Você conhece seu potencial?

Todos os seres humanos nascem dotados de um potencial que poderá ou não ser desenvolvido ao longo da vida. É claro que isto dependerá, acima de tudo, do ambiente em que ele crescer e dos estímulos que receber desde cedo para reconhecer os seus talentos.

Infelizmente, muitos vivenciam uma infância onde as cobranças de pais exigentes, fazem-nos chegar à idade adulta sentindo-se incapazes de corresponder ao ideal de perfeição que lhes foi imposto.

Sem perceber, aceitam esta condição como algo definitivo e se resignam a levar uma vida onde a insegurança predomina, e na qual os desafios serão evitados a qualquer custo.

Para nos libertar dos paradigmas e das crenças que dominam nossa mente, é necessário um profundo trabalho de autoconhecimento. Aos poucos, ele nos permitirá compreender que, ao contrário do que supúnhamos, encarar os desafios não nos trará sofrimento, ao contrário, pode nos levar ao encontro da sabedoria e da maturidade.

Aprender a olhar para dentro e enxergar onde reside nosso maior potencial é uma aventura que demanda paciência e coragem. Mas, vencida a resistência inicial, descobrimos que somos detentores de um poder que não é outorgado por nenhuma entidade exterior a nós.

Ele é intrínseco à nossa natureza, esteve sempre ali, à espera de ser reconhecido. Não pertence à dimensão mundana da vida, mas tem sua raiz na inteligência criativa que deu origem a tudo o que existe no Universo. E, por isso mesmo, não pode ser destruído a não ser por nossa própria descrença.

Confiar neste poder é a única maneira de permitir que ele se fortaleça cada vez mais e se transforme em nossa única identidade.

“Você não está usando seu potencial em sua totalidade; você o está usando apenas parcialmente, uma parte muito pequena, um fragmento. E, se não está usando seu potencial em sua totalidade, jamais se sentirá realizado.

Essa é a miséria, essa é a causa da angústia. Vocês nasceram para ser místicos. A menos que você seja um místico, a menos que venha a conhecer a existência como um mistério -além das palavras, da razão, da lógica, da mente- , não aceitou o desafio da vida; você foi um covarde. Você tem asas, porém, esqueceu”.

Osho

Um ótimo final de semana a todos,

Namastê,

Pedro Michepud

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s