Hábitos e Atitudes: dá para trocar?

pensamento9

A frase de Martin Luther King resume o foco da reflexão proposta para hoje:

Nós não somos o que gostaríamos de ser. Nós não somos o que ainda iremos ser.
Mas, graças a Deus, não somos mais quem nós éramos.”

Roberto Shinyashiki aborda, com simplicidade, vários pontos que devem merecer a nossa atenção se quisermos direcionar as nossas vidas para a verdade e a realização…
Boa leitura!
“Crescer não significa só aprender. É preciso que os conhecimentos transformem-se em atitudes. E muitas vezes isso não acontece porque não queremos abandonar velhos comportamentos. Faz tanto tempo que convivemos com eles que parece que fazem parte de nossa identidade, de nossa natureza.
No entanto, pensamentos, sentimentos e atitudes são como roupas: estão em você mas não são você. Se já não servem mais, abandone-os e procure ideias novas que lhe tragam os resultados desejados. Você tem de ser dono de seus pensamentos, e não escravo deles.

Os maiores escravizadores dos seres humanos são:

1. Os hábitos – aquela frase “Eu sempre fui assim” condena você a continuar sempre assim. Você sempre foi assim porque o ensinaram a ser assim. Então, escolha ser de outra maneira e vai descobrir que, aos poucos, estará agindo de modo diferente. Não seja escravo do passado. Se tiver que ser escravo, seja escravo dos seus sonhos.

2. A autoimagem – a maneira como você se vê impede você de ser você mesmo. Quando alguém diz “Eu sou assim”, não consegue descobrir que é muito maior do que sua imagem. Quando alguém diz “Eu sou tímido”, não consegue deixar de ser tímido. Não crie rótulos para você. Rótulos são bons para refrigerantes. Você é muito mais do que uma marca de refrigerante. Preste atenção em você e descubra-se maior do que os seus rótulos.

3. A opinião dos outros – há muita gente que sempre muda de caminho porque quer agradar a todo o mundo. Escolha seus orientadores e mantenha a sua rota. Você tem que confiar em você, mesmo que ninguém confie. Esteja sempre pronto a reavaliar a sua estratégia, mas não deixe os outros pilotarem o barco da sua vida.

Para mudar nossa mentalidade e nossas atitudes, é preciso que estejamos dispostos a enfrentar o desconhecido. E é, frequentemente, aí que começam os problemas, porque, mesmo enfrentando dificuldades, as pessoas preferem dizer: “Eu sempre fiz assim e sempre funcionou!”.
Só que o “sempre foi assim” é uma ilusão e, na maioria das vezes, a desculpa para não evoluir. Os campeões adoram o desafio de fazer diferente, têm prazer em ser diferentes, são fascinados pelo pensar diferente, porque sabem que os desafios os obrigam a crescer.
Enquanto isso, os perdedores dizem que “Já está bom”. E ficam parados no mesmo lugar. Para os perdedores, a acomodação é fácil. Para os campeões, é uma sentença de morte.
Comprometa-se com o que você se propõe, pois assim terá forças para as mudanças que forem necessárias.
Mais importante do que o desejo de mudar é o comprometimento com a mudança.”

Aloha

Claudia Michepud Rizzo

3 comentários Adicione o seu

  1. Claudia Eva Rizzo Batista disse:

    Gostei muito de seu artigo e concordo com a afirmação de que precisamos nos comprometer com aquilo que queremos mudar. Toda mudança deve partir de dentro de nós mesmos. Feliz Natal e um 2013 repleto de realizações. Meu nome também é Claudia Rizzo, estava lendo na internet artigos sobre o dia 12/12/2012 e vi o seu artigo com o seu nome. Grande coincidência. Um abraço.
    Claudia Rizzo

    1. Claudia Michepud Rizzo disse:

      Olá xará!🙂
      Que o seu Natal seja muito iluminado e que 2013 seja espetacular, com muito amor e paz!
      Muito grata pelo seu comentário! Visite-nos sempre que quiser. Vc é muito bem vinda!
      Aloha
      Muita luz, sempre

  2. Ótimo texto!

    Realmente uma mudança requer comprometimento total. Não apenas um desejo hesitante, mas um desejo pulsante e intenso.

    E os hábitos realmente são condicionantes. Escravizam-nos silenciosamente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s