O Pensamento e o Bumerangue

construindo milagres

O bumerangue é um objeto que tem por característica retornar ao ponto inicial ao ser arremessado. E o mesmo acontece com nossos pensamentos: ao imaginarmos que algo (positivo ou negativo) possa vir a acontecer, pela lei de causa e efeito o fenômeno pensado tende a ocorrer.

O texto de Saul Brandalise Jr. nos leva à reflexão de como podemos construir com pensamentos um dia-a-dia mais harmônico, usando esse “bumerangue” em nosso favor.

Vamos à leitura?

Existem vários comentários a respeito de como se encontra o nosso planeta e a maneira com que ele está reagindo.

Existem várias posturas sobre o que salva e quem salva (como se fôssemos todos náufragos ou atores do seriado LOST).

Não há salvação nem nada.

Há aprendizado para a essência, ou alma, se preferirem.

Portanto, existem várias maneiras de se entender, efetivamente, uma vida.

Alguns dizem: nossos oceanos estão se alterando, nosso ar está mudando e nossas florestas e matas estão virando deserto…

Outras informações chegam ao absurdo extremo afirmando que o planeta está morrendo…

Não, ele não está morrendo, está apenas e tão-somente reagindo às agressões às quais é acometido. Há uma cadeia fenomenal de ciclos que se projeta na mesma direção. Tudo o que se planta, colhe-se.

O ser humano funciona como um verdadeiro ímã. O que projeta retorna.

É assim que se aprende. Se soubermos projetar, desfrutaremos a colheita. E, como cada um vive em um estágio diferente, as regras do aprendizado são mínimas. É equivocado pensar que estamos entre o bem e o mal. Estamos, sim, entre o correto e o incorreto, para cada um de nós. Este é o ponto.

Não se pode querer que as pessoas reajam positivamente, colocando em suas mentes o medo.

Medo também é energia e como tal responde ao seu chamado. É vital conscientizar, educar e no limite até treinar. Depende de cada ser e do meio em que vive a forma como encara a realidade em seu entorno.

Toda pessoa que tem medo de ser assaltado, um dia será.

Toda pessoa que tem medo de ficar doente, um dia ficará.

Toda pessoa que diz ter dificuldades de realizar determinada missão, nunca irá realizá-la.

Insegurança gera insegurança.

Amor gera amor.

Felicidade gera felicidade.

Tristeza gera tristeza.

Medo gera medo.

Determinação produz acerto. Querer, portanto, é poder. Não querer é o começo do fracasso.

Quanto antes entendermos que somos reféns da energia que produzimos em nossa vida, e em volta dela, nossa caminhada será mais fecunda.

Toda pessoa que não gasta por medo de ficar sem dinheiro, um dia irá ficar precisando dele. Toda pessoa que não gasta, consciente de que esta é uma forma de garantir a sua aposentadoria, irá ter um final de vida tranquilo.

No fundo, é praticamente a mesma coisa, plantada, contudo, com ENERGIA diferente. Se plantarmos a falta, ela acabará acontecendo. Se plantarmos prosperidade ela acabará vindo.

Ora, precisamos ter consciência de que somos pura essência e que viveremos com a energia a qual temos capacidade de produzir em nossas mentes, palavras e atitudes.

Se pretendermos que as pessoas reajam favoravelmente, precisamos mostrar isso de maneira e forma positivas.

Não é plantando medo que se gera coragem. A energia em nossa volta é, sempre, a que irá predominar. A lei Universal, de Causa e Efeito, é soberana em nossas vidas.

Funciona, igualmente, ao repreendermos uma pessoa que falhou. Se ela falhou é preciso analisar a intenção. Isso é que determina o ato gerador do fato.

Só há erro em falha repetida. As pessoas, hoje vítimas de drogas, foram adestradas pelo método do medo e nunca pela coragem de se desafiarem. Educa-se ensinando e dando coragem às pessoas.

Há mais dias amargos em uma vida do que aqueles doces e saborosos. Só assim se aprende.

Só há acerto quando antecipamos nossa análise, em forma positiva, ao fato. E, efetivamente, se soubermos como pensar e agir, frente ao problema à nossa volta.

Não adianta seguir. Cada vida é uma historia diferente. O aprendizado é único.

Se você der um milhão de reais a um índio, que sempre viveu na Floresta, ele não saberá o que fazer com o dinheiro. Está acostumado a retirar sua sobrevivência de recursos naturais e para ele dinheiro não serve para nada.

Se você der uma empresa para um herdeiro que nunca foi testado em sua capacidade de gestão, muito provavelmente, ele não saberá o que fazer com a empresa que o tem à sua frente.

Se você sempre mimou o seu filho e não lhe ensinou a se superar e viver, ele será um forte refém de traficantes. Olhe para seu filho: ele está gordo? Você o sufoca. Escute-o. E não é com potencialização do medo que se resolvem estes problemas.

É uma questão de forma de encarar uma vida.

Depende como você se encontra frente ao que segue:

– Ela, a vida, pode ser designada por obra de um superser.

– Ela pode ser consequência de aprimoramento.

– Ela pode ser apenas ocasionada por uma relação de amor, sexual, ou como queiram chamá-la.
Responda para si.

– O que sou realmente?

Aqui começa o entendimento, com esta resposta correta para si próprio!

Se você não souber responder a esta pergunta, irá achar normal adestrar as pessoas, achará normal dizer ao seu filho que se ele não obedecer a bruxa virá pegá-lo, sem lhe explicar as razões e os porquês de cada ação, de cada pedido. É mais fácil adestrar do que educar.

Vai achar normal ameaçar seu filho, que se não for deitar e dormir irá perder o final de semana. É tudo uma questão do que vem primeiro.

O medo ou a consciência?

Assimilou que medo gera medo?

Dê um salto de qualidade em sua vida, elevando seus pensamentos.

Tenório Lucena

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s