Ouvir a vida

ouvir

Você já ouviu a voz da vida e de seu coração? Compreendeu o que ele disse? Confiou na sua essência?

O texto de hoje, de Elisabeth Cavalcante, nos fala exatamente sobre isso, de como devemos ouvir nosso interior e confiar nele para atingirmos uma vida plena de serenidade. Vamos à leitura?

Ouça a vida

Muitas pessoas se vêem em grande dificuldade quando se trata de ouvir a voz da vida. E isto é perfeitamente compreensível, pois aprendemos que somos nós quem devemos direcionar nosso destino, fazer acontecer o que desejamos.

Esta é uma grande ilusão a qual fomos todos condicionados. Por mais que atuemos, quando algo não acontece, isto significa que é hora de parar e refletir sobre o real significado da palavra confiar.

Por melhores que sejam nossas intenções, é necessário que nosso propósito se harmonize com o propósito da existência, e por mais que isto nos desagrade, às vezes eles são diametralmente opostos.

Revoltar-se, indignar-se, frustrar-se, amargurar-se, reações naturais do ego, são, entretanto, atitudes inúteis. Elas de nada adiantarão, visto que a vida não se preocupa em realizar nossos desejos e expectativas. Ela segue seu próprio ritmo. Imagine se a vida fosse adaptar-se ao desejo individual de cada ser humano a cada momento.

Esta realidade precisa ser plenamente introjetada, para que nos libertemos da dor. Aceitar o que a existência nos trouxer, seja o que for, é o segredo para viver em paz, em um estado de plena serenidade.

O segredo é manter nosso propósito ali, no coração, sem se preocupar se ou quando ele será realizado. Apenas confiar na existência e deixar que ela faça a sua parte. Se de fato, aquilo a que estamos aspirando é essencial para nos levar ao encontro de nossa verdadeira essência, nada precisaremos fazer.

No momento certo, a vida nos encaminhará na direção daquilo que almejávamos, geralmente sem qualquer esforço, pois as condições serão colocadas em nosso caminho de forma mágica. 

Mas este é um aprendizado que exige paciência, perseverança, e acima de tudo, confiança. Esperar alegremente, relaxadamente, é o que faz a diferença.

Se o que desejamos não vier, é porque não era esse o propósito da existência para nós. E se estivermos dispostos a seguir com ela, certamente seremos conduzidos a um novo caminho.

“Não seja zangado com a vida. Não é a vida que está frustrando você, é você que não está ouvindo a vida. E isto eu chamo um critério, uma pedra de toque: se você vir algum santo que é contra a vida, amargo contra a vida, saiba bem que ele ainda não entendeu. Caso contrário, ele vai se curvar para a vida em profundo respeito e reverência, porque a vida despertou-o para fora dos seus sonhos.

A vida é muito chocante. É por isso que a vida é dolorosa. A dor vem porque você está desejando algo que não é possível. Ela não vem da vida, vem de suas expectativas.

As pessoas dizem que o homem propõe e Deus dispõe. Isso nunca aconteceu. Deus nunca dispôs ninguém. Mas em sua própria proposição, você já a elimina. Ouça a proposição de Deus, mantenha suas próprias proposições para si mesmo. Mantenha a calma. 

Ouça o que o Todo está propondo – não tente ter seus objetivos particulares, não tente ter seus desejos particulares. Não pergunte nada individualmente – O Todo está se movendo para seu destino. Você simplesmente seja parte dele. Coopere. Não esteja em conflito. Entregue-se a ele. E a vida sempre lhe envia de volta para a sua própria realidade – é por isso que é chocante.

Ela choca você porque não preenche seus sonhos. E é bom que a vida nunca preencha seus sonhos – ela sempre segue dispondo de algum modo. Ele lhe dá mil e uma oportunidades para ser frustrado, para que você possa entender que as expectativas não são boas e os sonhos são fúteis e os desejos nunca são cumpridos. Então, você abandona o sonho, abandona o desejo, abandona o propósito. De repente, você está de volta para casa e lá está o tesouro.
OSHO – A Arte de Morrer

Muita luz e amor a todos,

Namastê

Pedro Michepud

2 comentários Adicione o seu

  1. sim concordo com o que foi dito, não devemos ter relutancia perante a vida pois ela nunca fara aquilo que nós queremos mas sim cumprirá com o que nos está destinado ,

    1. Olá Virginia, tudo bom?
      A vida sempre está a nosso favor, nos trazendo aquilo que pedimos e vibramos para conquistar. Assim, quanto mais vibrarmos coisas boas, mas ela nos trará coisas boas, não é?
      Ótima semana,
      Namastê

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s