Muda a atitude, vai?!

Por que essa busca incessante pelo extraordinário quando, provavelmente, você já o alcançou?
A cada novo dia nos colocamos centenas de metas e vamos buscando-as, muitas vezes, sem prestar atenção no caminho. Desenhamos um objetivo e traçamos a rota para atingi-lo: de ser feliz simplesmente (e aqui é necessário entender se ‘ser feliz’ é para você ou para os outros).
Cada um de nós tem uma vontade maior, aquela que brilha no topo da nossa lista de pedidos e desejos.

O problema do ser humano é que ele não sabe valorizar o caminho. Estamos vivendo em uma sociedade que está tão ocupada em buscar o extraordinário, compartilhar, provar pro mundo que é feliz… que esquecemos de uma das coisas mais básicas da nossa existência: a gratidão.

Tudo bem que você pode não ter sua saúde 100%, pode ter terminado um relacionamento a contragosto ou não conseguir comprar uma casa agora. Mas você já parou para agradecer e abençoar o que você já tem? Certamente não. Você já agradeceu seu corpo que proporciona sua mobilidade e sua interação com o mundo? Ou sua visão que te traz cores e luz todos os dias? Reconhece que mora numa casa segura e quentinha? O quanto você já não conquistou nos seus estudos ou na sua vida profissional? E todas as pessoas que você conheceu ao longo do caminho? Algumas delas certamente, hoje, são essenciais na sua vida, não?

Pois é! O que parece ser ‘mediano’, ‘normal’, se dilui frente à nossa visão deturpada de uma felicidade que só será alcançada quando x ou quando y acontecer.

Aqui eu entendo que temos duas importantes reflexões: essa felicidade extraordinária não vai chegar nunca: quando você tiver a saúde perfeita, vai querer mudar de casa e não terá dinheiro; quando tiver dinheiro e conseguir mudar de casa, vai querer mudar de emprego; quando conseguir um emprego, vai querer casar… E assim vai, até o fim dos nossos dias. E benção que é assim!!! A vida é movida por vontades – uma termina e outra começa, acompanhando o nosso próprio desenvolvimento e maturidade.

A outra questão é que precisamos nos policiar para deixarmos de sair todos os dias com um leve sentimento de frustração interna em função da busca do topo da nossa lista de desejos e começarmos a valorizar o que temos e o que já conseguimos até então.
De forma alguma estou dizendo para deixarmos de desejar o objetivo maior. Mas que passemos a reconhecer cada pequeno passo e conquista em direção à ele e todos os presentes extras que a vida nos dá pelo caminho.

Poxa, não é tão difícil assim! E o bem que isso vai gerar trará somente coisas positivas para você e para as pessoas à sua volta! Gente feliz, atrai felicidade! Gratidão constante mostra pro Universo que o que ele está nos enviando é aceito e reconhecido com o coração aberto e cheio de amor, permitindo que sua vida se torne um caminho aberto para receber cada vez mais e mais bênçãos.

Mudança de atitude é uma coisa pessoal. Só depende de você. Começa hoje vai?! Por um mundo melhor…seu e para todos à sua volta.

Amor, luz e consciência. Sempre.

Cíntia Michepud

 

5 comentários Adicione o seu

  1. Simplesmente fantástico! Lendo o texto penso que não tenho valorizado muito meus pequenos passos…mas, só depende de mim não é mesmo? Obrigada pela dica! Parabéns!

    1. Cíntia Michepud disse:

      Com certeza, Marciane!
      Essa é uma mudança que só depende de cada um de nós!

      Beijos,
      Cíntia

  2. Bruna Angelica disse:

    Voltouuu!!😀

  3. Bruna Angelica disse:

    É uma honra tê-los de volta!
    Namaste _/\_

    1. Cíntia Michepud disse:

      Namastê, Bruna!
      Muito grata!❤

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s