O melhor lugar do mundo…

…é dentro de um abraço ♪ ♫! A música do Jota Quest é clara: não há melhor lugar para se estar do que dentro de um abraço. Ele conforta,  consola alguém carente, dissolve sofrimento, compartilha alegrias!

Em 2004, um australiano chamado Juan Mann iniciou uma campanha de ‘Free Hugs’ (Abraços Grátis) pelas ruas da capital de seu país por acreditar que essa ação é capaz de deixar as pessoas mais felizes. Desde aquele ano, todo o dia 22 de maio passou a ser celebrado o Dia do Abraço, dia em que através do enlace de dois corpos, carinhos, conquistas, dores e sonhos são divididos, amenizados ou potencializados.

Dizem os orientais que ao abraçarmos alguém que amamos devemos inspirar e expirar três vezes para que, dessa forma, sua felicidade se multiplicará pelo menos dez vezes. Eu acredito no poder do abraço e, independentemente de abraçarmos por 3 segundos ou 2 minutos, acredito que essa atitude revigora, conforta, acalma e pode, sim, mudar o dia de alguém.

Desde criança eu falava: ‘prefiro abraço do que beijos’. Hoje, consigo justificar a minha escolha: um abraço não pode ser falso; um abraço exige que você se desarme, baixe a guarda e sinta a outra pessoa; em um abraço, com um pouco de sensibilidade, você consegue sentir de fato qual a energia que está sendo recebida. Quer um exemplo?

Lembre-se de algum aniversário que você comemorou. Agora lembre-se dos abraços que você recebeu de ‘Feliz Aniversário’. Aposto que você se lembrará daquele abraço caloroso que você recebeu da sua mãe ou de um amigo muito querido…e daquele abraço ‘por obrigação’, dado por protocolo por algum vizinho ou colega de trabalho. A diferença é clara, não é?

Aproveito para compartilhar uma curiosidade: os cientistas e médicos também já descobriram o poder do abraço. Há vários estudos científicos sobre o tema: do poder de cura à terapias do abraço. A empresa T-Ware, localizada em Singapura, desenvolveu a primeira jaqueta capaz de oferecer o mesmo conforto de um abraço a crianças diagnosticadas com autismo. Pesquisadores, engenheiros e cientistas acreditam que a peça pode reduzir a ansiedade quando não for possível o contato com os pais. Para eles, o objetivo dessa jaqueta terapêutica é ajudar os pacientes através de estímulos enviados via smartphones, acalmando o paciente e detectando sinais de hiperatividade.

jaqueta autista

Para mim, abraço é mágica! É entrega, respeito…é coração falando com coração! E os efeitos são os mesmos, não importa se você é adulto, criança, autista, solteiro ou idoso.

Então, nessa sexta-feira, não esquece de abraçar (com verdade) as pessoas que você ama! Aproveito e abraça na sexta, hoje, depois de amanhã… eu adotaria essa prática de abraçar com alma e coração todos os dias. Faz um bem enorme, você vai ver!

Feliz Dia do Abraço!

Amor, luz e consciência. Sempre!

Cíntia Michepud

3 comentários Adicione o seu

  1. Realmente … um abraço é tudo de bom, e sabia que tem jeito certo para abraçar?? O certo é levantar o braço esquerdo para abraçar ( geralmente a gente levanta o direito) pois assim os corações se encontram!!! Beijos ou melhor: abraços!! Parabéns pela postagem.

    1. Cíntia Michepud disse:

      Que bacana!
      Obrigada pelo comentário e por compartilhar esse conhecimento🙂

  2. Ma Devagni Maharani disse:

    O melhor abraço é aquele pleno de amor. Amor ao próximo!
    Não esquecendo é claro, que esse abraço cheio de amor deve ser dado à você mesmo, assim poderá transmitir o calor da energia e vibrações positivas.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s