O Deus que Habita em Mim!

Imagine uma situação que dependa somente de você. Por mais trabalhoso que possa parecer, você sabe que depende somente da sua atitude. Você é capaz até de traçar um plano prático, passo a passo, uma lista de tarefas.

Agora, imagine uma situação que você depende de fatores externos para que você se sinta realizado ou para que você encontre uma solução. Por mais que você defina metas, caminhos e ações haverá momentos em que você não poderá fazer nada a não ser esperar que o outro (ambiente ou pessoa) entre com a parte dele de maneira satisfatória. Bate uma ansiedade, não é mesmo? Um frio na barriga, uma insegurança…

E se, nessa situação que depende da contribuição de outras pessoas para dar certo, essa ‘outra pessoa fosse alguém que você confia plenamente, alguém que você respeita e admira? E se essa outra parte fosse ‘Deus’?

“Aí eu confio plenamente”, muitos dirão.
Será?

Vivemos em um ciclo incessante de solicitações para esse Deus que, pacientemente, nos ouve e vai nos atendendo de acordo com a Sabedoria do Universo e a lei da sincronicidade. Porém, sempre há dentro de nós um “grilinho” que vive a perguntar: ‘será que vai dar certo?’, ‘não sei… pode ser que meu pedido não seja atendido’, certo?

Parece que há uma miniatura de tormenta dentro de nós que nos impede de ter uma fé plena e nos apoderarmos da paz divina!

Deus não precisa que você fique 24 horas pedindo, rezando, orando, mentalizando. Isso não é saudável! Ele recebe seu pedido de alma e espera que, a partir daí, você siga caminhando, confiante de que, aconteça o que acontecer, é exatamente o que te trará felicidade plena em um nível muito maior do que nós podemos imaginar.

Mas aí você se pergunta: Será que eu nunca vou conseguir pedir e confiar profunda e plenamente? De verdade? Entregar, soltar e relaxar?
E eu respondo: sim, vai!

No começo do texto você pôde perceber o quanto é mais confortável quando as situações do dia a dia estão em nossas mãos, certo? E é justamente aí que está a chave!

Você só vai conseguir, de fato, confiar e entregar ao Universo/Deus seus anseios de alma quando você assimilar o raciocínio de que VOCÊ é Deus! Se você tem Deus aí, dentro de você, logo a confiança deve ser depositada EM Você, detentor de um manancial interno infinito de luz e força.

Quando colocamos Deus ou a força que concretizará nossos desejos FORA de nós, entramos na frequência da ansiedade, da insegurança, do ‘será?’. Por sua vez, quando reconhecemos a centelha divina dentro de nós… quando nos apresentamos ao Deus que habita dentro da gente, o controle volta para nossas mãos e, junto com ele,  a autoconfiança e a paz!

Pensem nisso com carinho. Parem por alguns minutos e busquem dentro de seus corações esse manancial de luz e infinito amor. Eu garanto que ele existe! Reconecte-se, ame a sua vida, aceite-se e viva em paz, atraindo amor e leveza!

Amor, luz e consciência. Sempre.

Cíñtia Rizzö

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s