A porta ao lado

Você também deve conhecer pessoas que estão sempre carrancudas, reclamando de quase tudo e algumas tão  envolvidas com o que não dá certo, que durante o dia ficam à beira de um surto psicótico (isto quando, efetivamente, não o tem). É um tal de gente que vive na contramão da leveza, comprando briga, bufando e…

O possível está no vazio

  Muito me agrada a cultura oriental e a  prática de sua filosofia, que imprime que a existência natural do ser humano é espontânea e serena. Não nos damos conta  de que é no espaço vazio que mora tudo o que desejamos, porque nele habita o possível. O texto que trago hoje, de autoria de Roberto Otsu,  faz…

O laço e o abraço

  Nada é mais acolhedor do que um abraço. Este pequeno gesto pode gerar dentro de nós emoções ainda não experimentadas. Outro dia, a caminho das compras, vi uma mulher sentada na calçada. Ela era moradora de rua e ao cumprimentá-la, ela retribuiu com um breve sorriso e um olhar triste. Segui meu caminho sem…

Ressonância

Você já percebeu que todas as vezes que  rotula algo ou alguém é por ressonância? Cada um de nós tem uma vivência e no conjunto da obra, no caso nós mesmos, reside uma grande porção de conceitos que adquirimos através de experiências vividas. Aquela boa e velha frase emblemática, porém muito verdadeira que diz “só…

Ninguém precisa de um juri

  Parece que estamos vivendo num enorme tribunal onde somos réus e juízes ao mesmo tempo. As pessoas julgam tudo. Aparência física, religião, modo de vida, opiniões sobre todos os assuntos, enfim, não há limites. Só que em todo julgamento vem embutido um preconceito. Repare nisso! Proponho uma brincadeira que na verdade é um exercício:…

Destino, coincidência ou sincronicidade?

É preciso vivermos presentes no “agora” para que possamos nos permitir ouvir a voz da “corte celestial” à qual Pierre Weil se refere quando disse que “quando desejamos algo, desencadeamos uma “corte celestial” que se encarrega de criar os mecanismos para a sua realização.” Quando temos um problema, ele volta inúmeras vezes a nossos pensamentos, como…

A pressa nos afasta de nós mesmos

“As pessoas vivem para o presente, com pressa e de uma maneira irresponsável: e isso é chamado de ‘liberdade’”, escreveu Friedrich Nietzsche no final do século 19. Se o filósofo tivesse testemunhado a pressa contemporânea, provavelmente teria dito que somos loucos – secos – e que teríamos que ser retirados para viver na floresta, como…

Tim-tim!

Hoje eu quero convidar você para celebrar a vida. Há dias em que somos bombardeados por notícias nada boas e, se entrarmos nessa vibração seremos como a vítima de um vampiro que suga nossas melhores energias. Então, o melhor a fazer é dizer um “não” bem sonoro ao que bagunça nossa paz interior e percebermos…

Coragem !

Nascemos livres  e livres queremos ser, concorda? Se sim, poderia me responder porque, às vezes, nós nos amarramos à situações que limitam nossa expansão e ficamos lá, como encarcerados numa cela sem grades? “Tudo o que disseres pode ser usado contra ti. Coragem! Mesmo assim, deves ter a coragem de falar o que te oprime…

O verdadeiro poder

O ego é o grande limitador do nosso  sucesso. Ele vive nos empurrando para a situação de vítima e se não estivermos atentos, nos tornamos uma espécie de marionete dele, que vai comandando nossa vida sem que nós percebamos. O conteúdo que segue é um trecho do livro “Milagres Acontecem” de Carolyn Miller.  Resolvi transcrevê-lo…

A boa colheita

Partilhar os frutos de nossa colheita é o caminho. Conta uma estória que dois rapazes moravam na mesma fazenda quando o pai morreu. O que era solteiro ficou morando na casa em que o pai morreu. O casado morava na casa ao lado. Eles tinham uma plantação imensa de arroz e um celeiro em comum,…

O tempo é o tecido da vida

Como seria a vida sem os relógios que conhecemos? Será que haveria menos agitação ou ainda mais porque ficaríamos sem noção de como organizar nossos compromissos ?  Será que estes compromissos estão diretamente ligados a trabalhar e ganhar mais dinheiro? Será que a falta de tempo do relógio que o humano criou existe no tempo…